Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 16/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 16/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 16/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 16/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 15/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 15/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Após vitória histórica do Rennes na Copa da França, Neymar agride torcedor

media Neymar e Dainel Alves comemoram o primeiro gol do PSG na final da Copa da França. REUTERS/Charles Platiau

A derrota inesperada do PSG, a vitória histórica do Rennes, e a agressão de Neymar contra um torcedor, marcaram a final da Copa da França de futebol, na noite desse sábado (27). O Rennes derrotou o PSG no Stade de France, nos pênaltis (6 a 5) depois de um empate 2 a 2, e levantou a Taça da Copa da França pela primeira vez em 48 anos.

Os torcedores do Rennes fizeram a festa até altas horas da madrugada. Os jogadores do clube conseguiram destronar o PSG, que tentava um quinto título consecutivo na competição. O Rennes, que perdia no primeiro tempo por dois a zero, conseguiu virar o jogo e conquistar com garra a terceira Copa da França da história do clube.

O resultado confirma a temporada catastrófica do PSG, que foi eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campões. E no entanto, o clube da capital francesa entrou em campo neste sábado como o grande favorito, trazendo no ataque os craques Mbappé e Neymar, que voltava aos gramados como titular pela primeira vez desde sua contusão.

Agressão

O brasileiro teve uma boa atuação, fez um passe decisivo, marcou o segundo gol do PSG, e foi, na avaliação do L’Équipe, o melhor em campo. Mas, no momento em que subia para receber o troféu de vice-campeão da Copa da França, Neymar se irritou com um torcedor. “Ninguém tem sangue de barata”, justificou o atacante brasileiro. O torcedor, identificado apenas pelo nome Edouard, teria gritado para o brasileiro “ir aprender a jogar futebol”.

O homem, que levou um leve tapa na cara, garante ao L’Équipe “que não insultou Neymar”. Ele chegou a pensar em dar queixa contra o jogador brasileiro, mas foi imediatamente procurado pela direção do PSG para tratar da situação, informa o jornal esportivo.

Em entrevista à imprensa, após o jogo, Neymar não demonstrou consternação com a agressão ao torcedor. Mas o atacante brasileiro ficou decepcionado com o resultado e atribuiu a derrota à “falta de experiência dos jovens jogadores do PSG.” Sobre seu futuro no clube, ele disse que está tranquilo, que o objetivo agora é terminar bem o Campeonato francês (que o PSG já conquistou antecipadamente) e prepara a cabeça para a Copa América (com a seleção brasileira).

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.