Ouvir Baixar Podcast
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 12/12 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 12/12 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 12/12 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 11/12 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 11/12 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 11/12 14h00 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 09/12 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 09/12 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Com show de Neymar, PSG goleia Estrela Vermelha pela Liga dos Campeões

media Neymar comemora seu segundo gol na partida contra o Estrela Vermelha Foto: REUTERS/Charles Platiau

O atacante brasileiro marcou três gols e participou de lances que resultaram na expressiva goleada de 6 a 1 sobre o time sérvio na noite desta quarta-feira (3), em Paris. Substituído no segundo tempo, o brasileiro saiu de campo ovacionado pelos torcedores na primeira vitória do time parisiense na competição. Com a boa atuação, Neymar alcançou o recorde de Kaká de 30 gols na Champions.

Duas semanas depois da estreia com derrota para o Liverpool, por 3 a 2, o PSG precisava vencer para subir na tabela e confirmar sua condição de favorito no grupo. E não demorou para o time mostrar seu forte poder ofensivo, liderado por Neymar.

O brasileiro abriu o placar aos 20 minutos, com uma bela cobrança de falta sofrida por ele mesmo. A bola passou pela barreira, sem chances para Borjan. Dois minutos depois, o camisa 10 voltou a balançar as redes depois de uma tabela com o francês Mbappé.

Era apenas o início de uma bela exibição coletiva diante de um estádio parcialmente interditado por decisão da UEFA. A entidade que controla o futebol europeu puniu o clube pelo comportamento de um grupo de torcedores que lançaram sinalizadores no jogo contra o Real Madrid na temporada passada. Quem esteve presente, testemunhou uma exibição de gala do time parisiense. As jogadas ofensivas se sucediam e os lances para ampliar o placar não demoraram a se converter em gols.

Aos 37 minutos foi a vez de Cavani, até então apagado na partida, deixar sua marca. O chute dentro da área contou com o desvio do zagueiro para balançar as redes. O argentino Dí Maria, complentado um cruzamento de Meunier pela direita, fechou o placar do primeiro tempo, aos 41 minutos.

Protagonista da partida

Na etapa final, o PSG continuou com o ritmo intenso no ataque.  Neymar foi protagonista de jogadas e dribles que encantaram o público. Em um deles, permitiu ao francês Mbappé, aos 15 minutos, aumentar a vantagem. Apesar das poucas investidas ao ataque, o Estrela Vermelha aproveitou uma falha da defesa e numa tabela com Ebecilio, o atacante Marko Marin fez o gol de honra.

Mas a noite era mesmo de Neymar. Aos 36, em nova cobrança de falta sofrida novamente por ele, o astro da equipe voltou a mostrar todo seu talento também com bola parada. Depois de comemorar seu “hat-trick”, Neymar saiu de campo ovacionado, ao ser substituído por decisão do treinador Tuchel, fato raro em jogos do time parisiense.

No apito final, além de festejar a primeira vitória do PSG na Liga dos Campeões, o camisa 10 saiu de campo com a bola do jogo debaixo dos braços, em uma clara demonstração de que pretende recordar para sempre da noite em que brilhou mais uma vez pelo seu talento de marcar gols e encantar os torcedores.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.