Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 21/10 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 21/10 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 21/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/10 15h00 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 19/10 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Catar faz operação para atrair turista e aposta em Copa compacta

Catar faz operação para atrair turista e aposta em Copa compacta
 
Operação dos organizadores da Copa do Mundo do Catar 2022 RFI

Os últimos momentos da Copa na Rússia são a ocasião para as autoridades do Catar reforçarem uma campanha internacional de promoção do Mundial de 2022.

Às margens do rio Moscou, uma imensa estrutura flutuante foi montada para atrair a atenção dos visitantes. A poucos metros, dentro do parque Groky, o maior da capital russa e área de lazer para os moscovitas e turistas, um espaço foi dedicado para mostrar aspectos da cultura do país que será a próxima sede da competição máxima do futebol.

A diretora de comunicação do Comitê Local organizador da Copa, Fatma Ali Al-Nuaimi, explica os principais objetivos desta operação: “Estamos fazendo essa operação na última semana da Copa para iniciar essa campanha promocional com o objetivo de que as pessoas conhecer mais sobre o Catar, o país que irá acolher a próxima Copa. Aqui, as pessoas estão conhecendo melhor nossos costumes, comida, música, vestimentas, até o nosso café tradicional. As pessoas estão interagindo. Está lotado o tempo todo. Milhares de pessoas estão passando aqui todos os dias para conhecer”.

Em quatro dias, cerca de 40 mil pessoas circularam pelo espaço onde foi construída uma tenda beduína temporária. No local, um estande mostrou as roupas típicas usadas no país, o artesanato de madeira, os ingredientes usados na gastronomia e servido o Karak, um café com leite adocidado e ao som de músicas e danças típicas. Em meio a olhares curiosos, um artista coloria réplicas de gesso do Oryx, o animal símbolo do país. É um mamífero bovídeo da família dos antílopes, um animal forte, pesado e com chifres longos.

Para se projetar na próxima Copa, os organizadores até instalaram um aparelho em 3D para os visitantes circularem pelo aeroporto de Doha. Mas um dos pontos que mais chamou a atenção foram as maquetes dos estádios.

Serão oito estádios. Um deles já está pronto, o Khalifa Stadium. A arquitetura foi inspirada nas dunas do país. Inaugurado em maio do ano passado na final da Copa do Emir, ele foi todo renovado e climatizado para dar mais conforto aos jogadores e espectadores.

Prazos serão respeitados

Segundo Fatma Al-Nuaimi, os outros sete serão entregues nos prazos: “Estamos progredindo em nosso calendário. Estamos anunciando quando cada estádio estará concluído. Já terminamos nosso primeiro estádio no mês passado, em maio, para a inauguração da Emir Copa. Vamos ter mais outros dois estádios, com os principais contratos sendo concluídos em dezembro, que serão o Al Wakrah e o Al Bayt Outros ficarão prontos em 2019 e o último será inaugurado por volta de 2021”.

Fatma Ali Al-Nuaimi, do comitê organizador da Copa do Catar 2022. RFI

A falta de tradição do Catar com o futebol, não é visto como um problema pelas autoridades responsáveis pela Copa.

“Em relação ao futebol e outras modalidades, o Catar é uma nação esportiva. Futebol surgiu no país em 1940. Temos acolhido grandes eventos. Muitos devem se lembrar dos Jogos Asiáticos de 2006, com mais esportes do que as Olimpíadas. Em 2019, vamos organizar o Mundial de Atletismo. Tivemos o Mundial de handebol em 2015. Em um ano, sediamos mais de 90 eventos internacionais esportivos em Doha. Atualmente, o Catar é um dos maiores destinos esportivos do planeta. E é o que queremos que as pessoas vejam quando visitarem Doha”, diz.

O Catar terá como herança uma Copa do Mundo considerada um grande sucesso. Segundo a Fifa, a Rússia organizou um evento sem falhas, pela estrutura, organização e por ter atraído um milhão de pessoas que a saíram bem impressionadas com o russo e a cultura local. Os responsáveis pela Copa de 2022 rejeitam comparações e preferem destacar as vantagens de organizar o evento em um país pequeno e que investe pesado para o conforto dos torcedores.

“Cada país tem sua característica única, não se pode comparar uns aos outros. No Catar, será a primeira Copa mais compacta. Até a natureza do jogo será um pouquinho diferente. A Rússia é uma espécie de país continente, mas o Catar, devido a sua geografia e tamanho, os estádios serão muito próximos um dos outros, cerca de cinco minutos de distância e o mais longe, uma hora. Isso dará condições para um espectador ver dois jogos em um só dia, o que nunca aconteceu antes. Além disso, times de futebol e fãs poderão ficar no mesmo hotel. Até agora, os fãs mudam de uma cidade para a outra, precisam viajar. Em Doha, isso será uma vantagem, pois os visitantes perderão menos tempo com viagens e mais tempo aproveitando do clima do evento, e descobrindo o país e todas as festividades relacionadas ao Mundial”, afirma Fatma.

Uma Copa sob o signo do Islã

Como o Catar é um país que tem o Islã como religião do Estado, muitos estrangeiros terão a preocupação em relação ao consumo de álcool durante a festa, o que é proibido no país. Fatma Al -Nuaimi esclarece que em algumas áreas, o álcool será tolerado, segundo as leis locais. “Atualmente álcool é disponível em Doha em determinadas áreas. E durante a Copa do Mundo, haverá lugares autorizados. As pessoas que quiserem beber álcool, isso não será um problema. Hoje, em Doha, as pessoas podem beber em determinados lugares e assim vai ser durante a Copa do Mundo”, declarou.

A operação de propaganda em Moscou visou os moscovitas e principalmente os turistas de muitos outros países apaixonados por futebol e que já começam a pensar na próxima Copa. O Catar tem metas ambiciosas e se prepara para acolher até 1 milhão e meio de pessoas.

“Queremos acolher pessoas do mundo inteiro. É uma Copa do Mundo. É uma grande oportunidade de mostrar a todos eles como somos hospitaleiros, e para os visitantes conhecer um pouco mais da nossa cultura, tradições, e conhecer melhor o mundo árabe. ”

Por causa do clima muito quente no verão, com temperaturas de até 50 graus, a Copa do Mundo do Catar vai ser realizada dos dias 21 de novembro a 18 de dezembro de 2022.


Sobre o mesmo assunto

  • França/Copa do Mundo

    Torcedores franceses se preparam para final da Copa do Mundo

    Saiba mais

  • Copa do Mundo

    Final da Copa: França descarta favoritismo e Croácia busca título inédito

    Saiba mais

  • Copa do Mundo

    Bélgica vence Inglaterra e fica em terceiro na Copa

    Saiba mais

  • Imprensa

    "Deschamps para presidente!", diz imprensa sobre técnico da seleção da França

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.