Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Com gols de Cavani, Uruguai vence Portugal e está nas quartas-de-final da Copa

media O atracante Cavani fez os dois gols da vitória uruguaia sobre Portugal. REUTERS/Sergio Perez

O atacante uruguaio foi o maior responsável pela vitória do Uruguai por 2 a 1 sobre Portugal em jogo na noite deste sábado (30), em Sochi, pelas oitavas de final da Copa. A vitória colocou os uruguaios no caminho da França na próxima fase do Mundial.

Do enviado especial a Sochi,

O primeiro gol de Cavani surgiu cedo, ao oito minutos, depois de uma bela combinação ofensiva com Luis Suárez. Depois de acionar o companheiro de equipe com um grande lançamento atravessando o campo, Cavani correu para a área. Suárez se livrou do zagueiro e cruzou na medida para Cavani completar, meio sem jeito de cabeça, mas para o fundo das redes.

Com a vantagem, o Uruguai passou a reforçar seu trabalho defensivo e chegou ao perigo mais um vez com um gol de falta bem batida por Suárez, mas o goleiro Rui Patrício estava atento e espalmou. Apesar da maior possessão de bola, os portugueses não conseguiam furar o bloqueio e Cristiano Ronaldo teve poucas chances. Uma das oportunidades foi em uma cobrança de falta, mas sem sucesso pois a bola bateu na barreira.  

Precisando reverter o placar, os atuais campeões europeus voltaram para a etapa final fazendo pressão. E chegaram ao gol de empate em um lance de bola parada aos 10 minutos. Na cobrança de escanteio, Pepe subiu sozinho e cabeceou para o centro do gol, sem chances para Muslera.

Mas não demorou muito para a Celeste voltar a ficar na frente. Apenas seis minutos depois do empate de Portugal, em uma rápida jogada de contra-ataque, Cavani foi acionado pela esquerda e da entrada da área acertou um belo chute cruzado. Minutos depois, o artilheiro uruguaio, apontado como o melhor em campo, saiu de campo lesionado, amparado por Cristiano Ronaldo.  

Para tornar a equipe mais ofensiva, o treinador luso Fernando Santos sacou Adrien Silva para a entrada do atacante Quaresma e depois André Silva para o lugar de Guedes.

Cavani em ação contra o zagueiro português William Carvalho. REUTERS/Toru Hanai

Apostando principalmente nos cruzamentos para dentro da área, a equipe portuguesa não conseguiu furar o bloqueio e parou também na atuação firme de Muslera. A equipe uruguaia deu nova demonstração de que é uma formação disciplinada, e a que tem o treinador mais antigo no cargo nesta Copa, Oscar Tabarez, há 12 anos no comando da Celeste.

No apito final, após seis minutos de prorrogação, uma explosão de alegria da vibrante torcida uruguaia nas arquibancadas e dos jogadores em campo.  

Franceses na próxima fase

Este foi o primeiro confronto de Uruguai e Portugal em uma Copa do Mundo. O resultado marca também a despedida do atual melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo, do Mundial. Um pouco antes, seu grande rival nos últimos anos pelo troféu, Lioneml Messi, também disse adeus à competição.

O resultado coloca o Uruguai nas quartas de final diante da França. Mais cedo, em Kazan, a equipe treinada por Didier Deschamps venceu de virada a Argentina por 4 a 3 e se classificou pela segunda vez consecutiva para as quartas de final de um Mundial.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.