Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/07 15h00 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 22/07 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 22/07 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Técnico da Espanha é demitido a dois dias da estreia na Copa da Rússia

media Julen Lopetegui foi demitido nesta quarta-feira (13) do cargo de técnico da seleção espanhola de futebol. Pierre-Philippe MARCOU / AFP

O técnico da Espanha, Julen Lopetegui, foi demitido nesta quarta-feira (13), um dia depois de o Real Madrid anunciar que ele será o treinador do clube nas próximas três temporadas. O presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Luis Rubiales, disse em entrevista coletiva que foi "obrigado a dispensar o técnico nacional".

Lopetegui ficou desgastado após o anúncio inesperado do Real Madrid na terça-feira (12). O clube informou que pagará a cláusula de rescisão de € 2 milhões do treinador com a RFEF, para ele começar a trabalhar logo depois do Mundial. O anúncio caiu como uma bomba na Federação, uma vez que Lopetegui tinha prorrogado o contrato como técnico da seleção nacional até 2020 há apenas três semanas.

Ele não ficará nem no banco de reservas na sexta-feira (15) na primeira partida da Espanha na Copa do Mundo, contra Portugal em Sochi, pelo do Grupo B da competição.

Substituto ainda não foi definido

Rubiales disse que ainda não decidiu quem assumirá o comando da seleção espanhola em caráter de emergência para a Copa do Mundo. "Quando tivermos algo a comunicar, o faremos", completou o presidente da RFEF, que admitiu um "duro golpe" com a situação.

O dirigente afirma que não se sentiu traído, mas se queixou de Lopetegui ter deixado a federação à margem da negociação com o Real, que foi descoberta, segundo ele, 5 minutos antes do comunicado oficial do clube vencedor da Liga dos Campeões. Ele assumira o comando do Real no lugar de Zinedine Zidane, que também surpreendeu ao pedir demissão logo depois de conquistar o terceiro título consecutivo do clube na competição europeia.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.