Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/05 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/05 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/05 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/05 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 22/05 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 22/05 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 20/05 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 20/05 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

PSG perde em noite de despedida de Motta e de festa pelos títulos da temporada

media Jogadores do Paris Saint-Germain comemoram as conquistas da temporada no futebol francês? Foto: Reuters

O Paris Saint-Germain preparou uma grande festa para celebrar os quatro títulos da temporada nos gramados franceses e dizer adeus a Thiago Motta, que disputou sua última partida pelo clube no estádio Parque dos Príncipes.  No entanto, o Rennes ofuscou o brilho da comemoração ao surpreender os parisienses e vencer por 2 a 0 o jogo disputado da noite deste sábado (12).

Antes da partida, o roteiro preparado pelo clube foi seguido à risca, sem margem a surpresas. Jogadores e direção do clube recepcionaram Thiago Motta no gramado.  Ao lado de sua família, ele recebeu um troféu do clube das mãos do presidente Nasser Al-Khelaifi.

Uma grande bandeira com sua imagem e nome foi estendida no centro do campo com a palavra Grazie (Obrigado, em italiano). Apesar de nascido no Brasil, Thiago Motta adquiriu a cidadania italiana e atuou pela Squadra Azzurra durante vários anos.

Uma foto com todo o elenco vestindo a camiseta comemorativa de sua despedida deixou registrado o momento carregado de emoção para o meio campista que desembarcou em janeiro de 2012 em Paris e conquistou 18 títulos com o PSG. 

Ao final da temporada, ele pendura as chuteiras e assume como técnico da equipe sub-19 do Paris Saint-Germain

Thiago Motta se despediu da torcida parisiense na derrota de 2 a 0 do PSG para o Rennes. 12.05.18 Foto: Reuters

Derrota supreendente

Com a braçadeira de capitão, na ausência de Thiago Silva, Motta comandou uma equipe bastante  modificada, sem muitos titulares por causa de lesões, como o atacante Cavani e o lateral-direito Daniel Alves.

A 230ª partida de Thiago Motta pelo PSG, e a última diante dos torcedores do Parque dos Princípes, não foi a melhor despedida dentro de campo. O ítalo-brasileiro cometeu a falta na área que resultou no pênalti convertido por Bourigeaud.

 A torcida incentivava a equipe nas arquibancadas quando aos 32 minutos, Motta foi substituído por Pastore e deixou o gramado ovacionado.

Atrás no placar, o PSG, foi todo para o ataque, mas o adversário soube resistir a pressão e voltou a surpreender. Com um contra-ataque rápido pela direita, Adrien Hunou superou na corrida o zagueiro Kimpembé e encobriu com classe o goleiro Trapp para decretar o placar final. A derrota de 2 a 0 para o Rennes foi a terceira do PSG no Campeonato e a primeira em casa. O resultado garantiu ao Rennes uma vaga na próxima edição Liga Europa.

Festa pelos troféus com Neymar

 

Depois do apito final, o estádio se transformou no palco da grande festa para a comemoração das conquistas da temporada. Na edição de 2017/2018, o PSG comemorou a terceira vez que ergueu os quatro troféus disputados nos gramados franceses : o Troféu dos campeões, o campeonato francês, a Copa da Liga e a Copa da França.

 

Neymar participou da festa da conquista dos quatro troféus da temporada pelo PSG. 12.05.18 Foto: Reuters

Uma grande queima de fogos marcou o início da celebração. Depois de Unai Emery, que também se despediu do clube, Thiago Motta foi novamente chamado para novas homenagens.

Com milhares de torcedores gritando a plenos pulmões seu nome nas arquibancadas, Motta agradeceu os momentos "inesquecíveis" que passou como jogador do Paris Saint-Germain e revelou estar profundamente "empolgado" com o desafio de continuar no clube como treinador das equipes de base.

Um vídeo mostrou os momentos com o clube e as mensagens de varios  ex-companheiros e ex-parisienses como Ronaldinho Gaúcho emocionaram o atleta.

Na sequência, diferentemente dos anos anteriores quando todos eram chamados individualmente no gramado, todo o elenco, incluindo Neymar, entrou no chamado para celebrar no palco os troféus vestidos com a camiseta do PSG escrita “Campeões”.

Os jogadores posaram para fotos com os quatro troféus antes de darem a volta olímpica para saudar os torcedores.

O PSG termina sua participação no campeonado francês jogando contra o Caen, fora de casa no próximo sábado.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.