Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/05 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/05 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/05 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/05 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 22/05 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 22/05 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 20/05 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 20/05 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Jornal francês diz que Cavani liderou movimento anti-Neymar no PSG

media O jornal espanhol Marca traz em manchete o jogador Neymar com o título "O pai de Neymar já teria comunicado o desejo do jogador de deixar o PSG". Reprodução RFI

Mal pôs os pés de volta na França, Neymar já é o rei das manchetes esportivas na Europa. Depois do jornal espanhol As na quarta-feira (9), hoje é a vez do Marca destacar o plano elaborado pelo atacante e seu pai para trocar o PSG pelo Real Madrid na próxima temporada.

Segundo o Marca, a direção do PSG sabe há várias semanas que Neymar não quer continuar no clube, embora seu contrato vá até 2022. O pai de Neymar já teria comunicado o desejo do jogador ao presidente do time, Nasser Al Khelaifi, diz o Marca.

Esnobando o Campeonato Francês, o Marca afirma que Neymar "se deu conta que foi um erro sair do Barcelona para jogar num campeonato menor na Europa, pouco competitivo". Além disso, o brasileiro não teve uma boa adaptação na equipe francesa, onde os argentinos Di María, Pastore, Lo Celso e o uruguaio Edinson Cavani já mantinham um bom relacionamento.

De acordo com o Marca, falta saber como irá reagir o verdadeiro dono do PSG, o xeique do Catar, Tamim bin Hamad Al-Thani. A equipe francesa pagou € 222 milhões pela transferência de Neymar, a mais cara da história do futebol.

Se o pai de Neymar e o empresário israelense Pini Zahavi, que já atuou na contratação para o PSG, conseguirem convencer o xeique do Catar, o Real Madrid terá de pagar uma quantia astronômica, estimada entre € 260 milhões e € 300 milhões para ter o brasileiro. Sem falar no sensível acerto de salários entre Neymar e Cristiano Ronaldo, que cobra um reajuste por ganhar atualmente "apenas" € 23 milhões, enquanto o brasileiro fatura € 37 milhões no PSG.

Torcida prefere Cavani

Na França, a transferência de Neymar para o Real Madrid também alimenta as manchetes esportivas. O jornal Le Parisien diz nesta quinta-feira (11) que o uruguaio Cavani teve um papel marcante no movimento anti-Neymar.

Adorado pela ala mais fanática da torcida parisiense, autor de 50 gols na temporada de 2016-2017, Cavani mantém o ritmo, com 40 gols marcados desde a chegada de Neymar. O uruguaio foi ovacionado pela torcida na terça-feira passada, quando o PSG venceu o Herbiers e conquistou a Copa da França.

O que agrada, no caso de Cavani, é que os torcedores têm a impressão que ele coloca o clube acima de seus interesses pessoais, enquanto no caso de Neymar é o contrário. O brasileiro é visto como individualista demais, e Cavani explora essa faceta para manipular a torcida do PSG a seu favor.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.