Ouvir Baixar Podcast
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 20/01 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 20/01 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 20/01 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 19/01 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 19/01 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 19/01 14h00 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 18/01 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 18/01 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Após derrota do PSG em Madri, Dani Alves fala em "inexperiência", e Marquinhos lamenta gols no fim

media Dani Alves e Giovani em ação no jogo entre Madri e Paris St Germain, nesta quarta-feira (Foto: Reuters)

A conquista da Uefa Champions League, grande objetivo do Paris Saint-Germain na temporada 2017/2018, ficou um pouco mais difícil de ser alcançada, após a derrota para o Real Madrid, por 3 a 1, nesta quarta-feira à noite, no estádio Santiago Bernabéu. Depois do jogo de ida das oitavas de final da competição europeia, os brasileiros Daniel Alves e Marquinhos lamentaram os erros que deixaram o time francês em situação de desvantagem no confronto mata-mata.

Tiago Leme, de Madri para a RFI Brasil

A conquista da Uefa Champions League, grande objetivo do Paris Saint-Germain na temporada 2017/2018, ficou um pouco mais difícil de ser alcançada, após a derrota para o Real Madrid, por 3 a 1, nesta quarta-feira à noite, no estádio Santiago Bernabéu. Depois do jogo de ida das oitavas de final da competição europeia, os brasileiros Daniel Alves e Marquinhos lamentaram os erros que deixaram o time francês em situação de desvantagem no confronto mata-mata.

O lateral Daniel Alves falou em inexperiência da equipe, que sofreu dois gols nos dez minutos finais, marcados por Cristiano Ronaldo e Marcelo. Antes disso, no primeiro tempo, Rabiot abriu o placar para o PSG, e Ronaldo, de pênalti, tinha feito o primeiro gol dos donos da casa.

"Eu acredito que a gente pecou de inexperiência no dia dia hoje. Acredito que no momento que nós relaxamos um pouco, eles nos golpearam e desestabilizou um pouco a nossa equipe e o próprio jogo. Mas em um contexto geral, acredito que fizemos um grande jogo, apesar do resultado, mas temos que melhorar bastante coisa para passar nessa eliminatória. Sabemos que ficou um pouco mais difícil, mas tudo é possível, sobretudo se temos jogadores do nível que a gente tem", afirmou o lateral brasileiro.

"O jogo de hoje tem que servir de lição para a gente, essa competição é muito, muito difícil de ganhar, tem que estar em um nível muito alto para poder passar de fase e chegar no objetivo principal”, acrescentou.

O zagueiro Marquinhos, capitão da equipe, também citou os gols sofridos na parte final do duelo na Espanha e pediu mais concentração ao time para tentar a virada no segundo jogo em Paris, que será disputado no dia 6 de março no Parque dos Príncipes. Daqui a três semanas, o PSG precisará ganhar do Real Madrid por pelo menos dois gols de diferença para ter chances de avançar às quartas de final da Champions.

"Infelizmente a gente leva para casa um resultado que a gente não queria, fico frustrado pelos dez minutos finais, quando a gente tomou dois gols. Tínhamos o equilíbrio do jogo, estávamos bem até esse segundo gol, depois a gente tem que analisar, ver um pouquinho melhor o que aconteceu para que a gente possa fazer um pouco melhor no nosso jogo em casa", avaliou Marquinhos.

"A gente vinha criando algumas chances, algumas coisas boas, mas a gente tomou dois gols que não devíamos tomar. A gente tem que ter um pouquinho mais de concentração nesse final de jogo, contra jogadores do calibre que tem ali na frente, a gente tem que estar sempre concentrado, não pode deixar em nenhum momento livre. Mas a gente acredita, tem que ser muito positivo, não vai ser fácil o jogo em Paris, mas a gente conta com a torcida, conta com a nossa cidade para fazer um grande jogo lá e se classificar".

Neymar otimista para o Jogo em Paris

O argentino Lo Celso, novidade do técnico Unai Emery na escalação da equipe, não teve boa atuação, cometeu o pênalti e errou passes no campo de defesa. O zagueiro brasileiro Thiago Silva ficou no banco de reservas, perdendo a posição para Kimpembé. No segundo tempo, Cavani foi substituído pelo lateral Meunier, e Daniel Alves passou a atuar no meio-campo. O Paris Saint-Germain teve um bom momento na partida, mas Zinedine Zidane respondeu com as entradas de Asensio e Lucas Vasquez, e o Real cresceu em campo.

Demonstrando abatimento após o mau resultado fora de casa, o atacante Neymar também admitiu que a situação ficou complicada para o jogo de volta na França, mas lembrou que na temporada anterior conseguiu uma virada histórica quando atuava pelo Barcelona, ao fazer 6 a 1 contra o próprio PSG nas oitavas.

"Acho que está difícil, mas não é nada impossível. No ano passado, tivemos uma situação pior e conseguimos passar. Espero que possamos fazer um jogo melhor do que a gente fez hoje. Temos uma grande equipe", disse o camisa 10.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.