Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/02 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/02 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/02 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/02 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 22/02 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 22/02 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 17/02 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 17/02 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

FIFA suspende Marco Polo Del Nero por 90 dias

media Cartã amarelo: citado no escândalo da FIFA, Del Nero é suspenso por 90 dias. REUTERS/Sergio Moraes/File Photo

O comitê de ética da FIFA suspendeu por 90 dias, de maneira cautelar, de todas as atividades relacionadas ao futebol, o presidente da Confederação Brasileira (CBF) Marco Polo Del Nero, anunciou nesta sexta-feira (15) a federação internacional.

"A duração da proibição pode se estender por um período adicional que não supere os 45 dias. Durante este tempo, o senhor Polo Del Nero tem proibidas todas as atividades ligadas ao futebol, tanto em nível nacional como internacional", assinala o comunicado, acrescentando que a proibição tem efeito imediato.

Del Nero, antigo membro do conselho da federação internacional, faz parte do grupo de vários diretores do futebol sul-americano citados pela justiça americana no grande escândalo de corrupção dentro da FIFA.

Prisões

Em 27 de maio de 2015, o antecessor de Del Nero, José Maria Marin, de 83 anos, atualmente julgado em Nova York, fez parte da primeira onda de prisões envolvendo dirigentes do futebol mundial.

Das 42 pessoas detidas neste caso, somente três estão no processo de Nova York: Marin, Juan Ángel Napout, de 59 anos, ex-presidente da Federação Paraguaia de Futebol e da Conmebol, e Manuel Burga, de 60 anos, ex-dirigente da Federação Peruana de Futebol.

(Com agência AFP)

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.