Ouvir Baixar Podcast
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 20/11 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 19/11 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 19/11 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 19/11 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 19/11 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 19/11 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 19/11 08h30 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 17/11 08h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Brasil goleia Japão por 3 a 1 em amistoso no norte da França

media Em dois pênaltis, Neymar marcou um e perdeu outro. REUTERS/Yves Herman

Em seu primeiro amistoso preparatório desde o fim das eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia, a seleção brasileira venceu com facilidade o Japão por 3 a 1 nesta sexta-feira (10), no estádio Pierre Mauroy em Villeneuve D’Ascq, norte da França. O jogo serviu para Tite observar vários jogadores que ainda buscam vaga na equipe que vai ao Mundial.

Élcio Ramalho, enviado especial a Villeneuve D’Ascq

Em jogo disputado em ritmo de treino, a seleção brasileira começou a construir sua fácil vitória logo no começo do primeiro tempo. A tentativa de marcação sob pressão do time japonês não surtiu efeito e as jogadas foram surgindo naturalmente. Aos três minutos, Giuliano quase abre o marcador em bela assistência de Neymar.

Um a zero

O primeiro da seleção, no entanto, veio de pênalti. Aos 9 minutos, o juiz parou a partida e o assistente de vídeo assinalou a falta sobre Fernandinho, puxado durante a cobrança de escanteio. Neymar cobrou, marcando seu primeiro na partida. É seu oitavo gol contra o Japão, a maior vítima dos seus chutaços, atingindo a marca total de 53 gols, aproximando-se de Romário, o quarto principal artilheiro da seleção com 55 gols.

Depois do primeiro gol, o Brasil dominava completamente a partida diante de um adversário sem muita inspiração, que sentia a ausência de três importantes jogadores da equipe (Honda, Kagawa e Okazaki).

Dois a zero

Em outra jogada de ataque, Gabriel Jesus foi derrubado na área. Dessa vez, Neymar desperdiçou ao chutar no canto direito de Kawashima, que espalmou para fora. Na cobrança de escanteio, a defesa japonesa afastou mal e o lateral Marcelo chutou forte de fora da área para ampliar o placar, aos 18 minutos.

Três a zero

Perdendo de 2 a 0, o Japão tentou crescer na partida, mas esbarrou no bloco defensivo brasileiro. Numa roubada de bola, o Brasil chegou ao terceiro gol em bela articulação que envolveu Giuliano, puxando o contra-ataque. Wiliam, que atuou como capitão, rolou para Danilo que cruzou nos pés de Gabriel Jesus que, aos 36 minutos, só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Segundo tempo

Com a folga no placar, o treinador Tite fez várias alterações no segundo tempo. Voltou com o goleiro Cássio no lugar de Alisson e não demorou para colocar Diego no lugar de Gabriel Jesus, poupando o lateral Marcelo para a entrada de Alex Sandro.

Três a um

A seleção japonesa voltou à etapa final mais disposta, passando a se lançar para o ataque. Em um escanteio, diminui o placar aos 17 minutos. Makino subiu mais alto puxando a camisa de Jemerson e cabeceou sem chances para Cassio.

Testando outras formações

Logo depois, Tite fez uma dupla substituição ao trocar Wiliam e Neymar por Taison e Douglas Costa, dando chances a outros jogadores que ainda disputam vagas na equipe que vai à Rússia. Giulano, também observado para o meio campo, cedeu seu lugar para Renato Augusto.

Os cerca de 20 mil torcedores que lotaram parcialmente o estádio do clube Lille não puderam vibrar com nenhuma outra jogada brilhante e o jogo terminou com o Brasil mantendo sua invencibilidade sobre a equipe japonesa.

Com o resultado, o Brasil assinala sua décima primeira vitória contra o Japão, com dois empates em treze jogos.

A seleção brasileira volta a campo na próxima terça-feira em outro amistoso contra a Inglaterra, no estádio de Wembley, em Londres.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.