Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 11/12 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 11/12 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 11/12 14h00 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 11/12 08h30 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 10/12 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 10/12 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 10/12 08h30 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 08/12 08h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Hamilton domina GP do Japão e fica a uma vitória do título

media Lewis Hamilton: venceu de ponta a ponta a corrida no circuito de Suzuka. REUTERS/Toru Hanai

O britânico Lewis Hamilton (da equipe Mercedes) venceu de ponta a ponta o Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1 neste domingo (8), abrindo 59 pontos de vantagem sobre o alemão Sebastian Vettel (Ferrari), que abandonou a corrida na quinta volta com problemas na bateria.

Esta foi a oitava vitória de Hamilton na temporada de 2017, e a 61ª da carreira. Os pilotos da Red Bull completaram o pódio do circuito de Suzuka, com o jovem holandês Max Verstappen em segundo e o australiano Daniel Ricciardo em terceiro lugar.

Nas últimas voltas, Lewis Hamilton sofreu com vibrações anormais no bloco propulsor e precisou resistir ao ataque Max Verstappen, que chegou a ficar a 600 milésimos da ultrapassagem, mas Hamilton conseguiu segurar o ímpeto do garoto prodígio holandês.

"Foi uma corrida incrível. E não foi fácil, já que os carros da Red Bull foram muito rápidos hoje", explicou Hamilton. "Os pneus estavam frios no fim da corrida e eu tive que gerenciar o tráfego".

A uma vitória do tetra

Hamilton pode se sagrar tetracampeão mundial na próxima corrida, no Grande Prêmio dos Estados Unidos, daqui a duas semanas. Para isso, precisa se impor no circuito de Austin e contar que Sebastian Vettel termine no máximo na sexta colocação.

"Eu nunca pensei que pudesse ter essa vantagem fenomenal depois dessa corrida. Tenho que agradecer à minha equipe pela confiança que depositaram em mim nesta temporada", parabenizou Hamilton.

Pane na Ferrari

Parte do sucesso do britânico se deu graças ao azar de Vettel, que começou a notar problemas no carro na volta de apresentação. O piloto alemão ainda tentou deixar o motor no modo original, sem resultado. Logo, não teve alternativa senão abandonar a corrida.

A Ferrari já havia sofrido com problemas mecânicos no último GP da Malásia, quando Vettel largou na última posição e fez corrida de recuperação para terminar em quarto. Em Cingapura, o alemão deixou a corrida na largada após colisão com Verstappen e Kimi Raikkonen (Ferrari).

Companheiro de Hamilton, o finlandês Valtteri Bottas completou a corrida na quarta colocação à frente do compatriota Raikkonen, que terminou em quinto. Os dois carros da Force India ficaram em sexto e sétimo lugar, com o francês Esteban Ocón e o mexicano Sergio Pérez, respectivamente.

O brasileiro Felipe Massa (Williams) terminou a corrida dentro da zona de pontuação, em 10º, atrás do dinamarquês Kevin Magnussen (8º) e do francês Romain Grosjean (9º), ambos da escuderia Haas.

 

Classificação final do Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1:

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) os 307,471 km em 1h 27:31.193 (média: 210,789 km/h)

2. Max Verstappen (HOL/Red Bull) à 1.211

3. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) à 9.679

4. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) à 10.580

5. Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) à 32.622

6. Esteban Ocon (FRA/Force India) à 1:07.788

7. Sergio Pérez (MEX/Force India) à 1:11.424

8. Kevin Magnussen (DIN/Haas) à 1:28.953

9. Romain Grosjean (FRA/Haas) à 1:29.883

10. Felipe Massa (BRA/Williams) à 1 volta

11. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) à 1 volta

12. Jolyon Palmer (GBR/Renault) à 1 volta

13. Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso) à 1 volta

14. Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren-Honda) à 1 volta

15. Pascal Wehrlein (ALE/Sauber) à 2 voltas

Volta mais rápida: Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) 1:33.144 na 50ª volta (velocidade média: 224,440 km/h)

Abandonos:

Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso): volta 1

Sebastian Vettel (ALE/Ferrari): volta 5

Marcus Ericsson (SUE/Sauber): volta 8

Nico Hülkenberg (ALE/Renault): volta 41

Lance Stroll (CAN/Williams): volta 46

 

Classificação dos pilotos no campeonato :

1. Lewis Hamilton (GBR) 306 pts

2. Sebastian Vettel (ALE) 247

3. Valtteri Bottas (FIN) 234

4. Daniel Ricciardo (AUS) 192

5. Kimi Räikkönen (FIN) 148 

6. Max Verstappen (HOL) 111

7. Sergio Pérez (MEX) 82

8. Esteban Ocon (FRA) 65

9. Carlos Sainz Jr (ESP) 48

10. Nico Hülkenberg (ALE) 34

11. Felipe Massa (BRA) 34

12. Lance Stroll (CAN) 32

13. Romain Grosjean (FRA) 28

14. Kevin Magnussen (DIN) 15

15. Stoffel Vandoorne (BEL) 13

16. Fernando Alonso (ESP) 10

17. Jolyon Palmer (GBR) 8

18. Pascal Wehrlein (ALE) 5

19. Daniil Kvyat (RUS) 4

 

Classificação das equipes:

1. Mercedes-AMG 540 pts

2. Ferrari 395

3. Red Bull 303

4. Force India 147

5. Williams 66

6. Toro Rosso 52

7. Haas 43

8. Renault 42

9. McLaren-Honda 23

10. Sauber 5

 

(Com agência AFP)

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.