Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 15/12 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 15/12 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 15/12 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 15/12 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 15/12 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 15/12 08h30 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 10/12 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 10/12 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

PSG de Neymar e Mbappé deixou campeonato francês desnivelado, dizem brasileiros do Lyon

PSG de Neymar e Mbappé deixou campeonato francês desnivelado, dizem brasileiros do Lyon
 
O zagueiro brasileiro Marcelo, contratado pelo Lyon E. RAMALHO

Para atingir suas ambições de voltar a ficar entre os três melhores do campeonato francês, o time do Lyon foi atrás de mais brasileiros para reforçar o elenco nesta temporada.

Além do lateral-direito Rafael, que chegou ao clube em 2015, a diretoria foi buscar outros dois brasileiros para a zaga: Marcelo Guedes e Fernando Marçal.

Aos 30 anos, Marcelo Guedes veio transferido do turco Besiktas por 7 milhões de euros mais 500 mil euros de bônus, segundo o clube de Istambul. Seu contrato é de três anos.

Em entrevista à RFI depois do jogo em que o Lyon perdeu de 2 a 0 par ao Paris Saint-Germain no Parc des Princes, Marcelo diz que foi convencido pela diretoria do clube e pela maior visibilidade do campeonato francês, especialmente depois da chegada de muitos craques como Neymar e Daniel Alves.  

“A proposta do presidente do Lyon foi muito boa e o treinador (Bruno Genésio) me queria muito aqui, disse que seria uma oportunidade muito boa para mim. Quando assinei  não sabia que iri ter tantos craques. A chegada deles deu um ‘boom’ no futebol francês”, avalia.

Marcelo disse que estava feliz no Besiktas, clube que disputa a Liga dos Campeões da Europa, mas acabou seduzido pelo projeto e as ambições do Lyon, que pretende voltar a disputar vários títulos na França e voltar a disputar a competiçõa de maior prestígio na Europa, a Liga dos Campeões.

“Para mim foi a escolha certa. Estou com 30 anos e jogar aqui está sendo um prazer muito grande”, diz o paulista.

O zagueiro, que também já defendeu o Santos, Ajax PSV Eindhoven e Hanover 96, também pretende fazer história no Lyon como outros brasileiros que passaram pelo clube como Juninho Pernambucano, Caçapa, Cris e Sony Anderson.

“A gente sente que tem uma ligação muito grande do clube com os jogadores brasileiros e o Brasil. É bom ver o respeito que eles têm com os jogadores e esse carinho se transforma em algo positivo para a gente. Quem sabe a gente consegue fazer história neste clube. É uma oportunidade muito grande”, diz.

Superar PSG é maior desafio no francês

Seu novo companheiro de equipe, Fernando Marçal, 28 anos, já tem mais experiência nos gramados franceses. Depois de quatro anos em Portugal, foi comprado pelo Guingamp na temporada passada e se mostra entusiasmado pelo novo desafio na carreira. No entanto, ele confessa que superar o PSG é o grande desafio de todos os clubes.

 “O PSG sempre foi forte, mas com Neymar e Mbappé, o time é uma potência hoje e um dos favoritos para a Champions League. Eles estão no mesmo patamar que real Madrid e Barcelona. A vinda deles deixou o PSG muito mais forte”, estima.

Por outro lado, os reforços de luxo do time parisiense podem desequilibrar o campeonato francês. “No final são 11 contra 11, mas é claro que fica (desequilibrado). O Mbappé . O Neymar vem mostrando que neste ano ou no próximo pode ganhar uma Bola de Ouro. Fica desnivelado, mais difícil para outras equipes, mas não é impossível”, afirma.

Ele lembra que apesar das muitas estrelas na temporada passada, o Paris Saint-Germain acabou perdendo o título para o Mônaco. “A gente espera um tropeço do PSG para também voltar a disputar o título”, confessa.

 


Sobre o mesmo assunto

  • França/Futebol

    A outra face de Neymar começa a decepcionar os franceses

    Saiba mais

  • Futebol/Europa

    Neymar é o grande trunfo do PSG na estreia da Liga dos Campeões

    Saiba mais

  • Imprensa

    Neymar chega para suprir a "falta de heróis" no Brasil, diz Le Figaro

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.