Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 17/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 17/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 17/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Sebastian Vettel vence GP da Hungria de ponta a ponta

media Sebastian Vettel comemora vitória no GP da Hungria. REUTERS/Laszlo Balogh

O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) ampliou a vantagem na liderança do campeonato mundial de pilotos de Fórmula 1, neste domingo, ao vencer o Grande Prêmio da Hungria de ponta a ponta.

A escuderia italiana fez dobradinha, com o finlandês Kimi Raikkonen terminando na segunda colocação. A Mercedes completou o pódio com o também finlandês Valterri Bottas, enquanto o britânico Lewis Hamilton foi o quarto colocado e está a 14 pontos de Vettel.

Vettel conquistou a 46ª vitória na carreira: "Não foi fácil, depois de dez voltas, o volante ia para todos os lados". A próxima corrida vai ser no final de agosto, no GP da Bélgica.

"Melhorou no final, mas durante grande parte da corrida eu precisei me concentrar para não danificar mais o carro", acrescentou o alemão, que protegeu Raikkonen de ultrapassagem de Hamilton na largada.

Bottas deixou o britânico ultrapassá-lo para tentar atacar os carros da Ferrari. Como não conseguiu, Hamilton devolveu a gentileza e deixou o finlandês recuperar a posição na reta final para ficar com o terceiro lugar.

Já o australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) abandonou logo na primeira volta, depois de ser tocado pelo companheiro holandês Max Verstappen, que foi o quinto colocado após receber punição de 10 segundos pelo incidente.

A McLaren-Honda ficou com a sexta e a décima colocação, com o espanhol Fernando Alonso e o belga Stoffel Vandoorne, respectivamente. Os dois entraram na zona de pontuação pela primeira vez da temporada.

O brasileiro Felipe Massa (Williams) não participou da corrida por conta de náuseas causadas por uma labirintite viral. O piloto sofreu com tonturas desde sexta-feira e abriu espaço para o britânico Paul di Resta fazer o prêmio de classificação e a corrida, mas o piloto de testes não completou o circuito.

 Classificação do Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1:

   1. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
   os 307,000 km em 1h39:46.713
   (média: 184,386 km/h)
   2. Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) a 0.908
   3. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 12.462
   4. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) a 12.885
   5. Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG Heuer) a 13.276
   6. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) a 1:11.223
   7. Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso-Renault) a 1 volta
   8. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) a 1 volta
   9. Esteban Ocon (FRA/Force India-Mercedes) a 1 volta
   10. Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren-Honda) a 1 volta
   11. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Renault) a 1 volta
   12. Jolyon Palmer (GBR/Renault) a 1 volta
   13. Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari) a 1 volta
   14. Lance Stroll (CAN/Williams-Mercedes) a 1 volta
   15. Pascal Wehrlein (ALE/Sauber-Ferrari) a 2 voltas
   16. Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari) a 2 voltas
   17. Nico Hülkenberg (ALE/Renault) a 3 voltas

 Melho volta da corrida: Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) 1:20.182 na 69ª volta (media: 196,698 km/h)

   Abandonos:
   Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull): batida 1ª volta
   Romain Grosjean (FRA/Haas): problema mecânico 21ª volta
   Paul di Resta (GBR/Williams): problema mecânico 61ª volta
   Nico Hülkenberg (ALE/Renault): problema mecânico 68ª volta (classificado)

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.