Ouvir Baixar Podcast
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 15/12 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 15/12 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 15/12 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 14/12 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 14/12 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 14/12 14h00 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 10/12 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 10/12 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Últimas notícias
  • União Europeia aprova segunda fase de negociações sobre o Brexit
Esportes

Paris, Budapeste e Los Angeles apresentam propostas para sediar os JO 2024

media Paris afirma dispor de boa parte da infraestrutura necessária para os Jogos Olímpicos de 2024 Lionel Bonaventure/AFP

As cidades candidatas a sediar os Jogos Olímpicos de 2024 apresentaram seus projetos nesta terça-feira (15) em Doha, no Catar. Paris, Los Angeles e Budapeste tentaram seduzir os membros dos comitês nacionais olímpicos e das federações internacionais, que terão alguns meses pela frente para escolher entre as três candidaturas.

Cada uma das cidades teve 20 minutos para se apresentar. O presidente do comitê de candidatura de Los Angeles, Casey Wasserman, foi o primeiro a expor o projeto. Ele defendeu a capacidade da cidade de conquistar uma nova geração de compatriotas interessados pelos Jogos Olímpicos.

“Teremos milhões de jovens de menos de 25 anos em nosso país, em 2024”, disse o norte-americano diante da Assembleia geral dos comitês nacionais olímpicos (ANOC, na sigla em inglês). “Nós podemos transformar os Jogos para o futuro”, completou Eric Garcetti, prefeito de Los Angeles, apostando no poder das redes sociais e na atratividade midiática da cidade, por causa de Hollywood.

Em seguida foi a vez de Budapeste apresentar seu projeto. Balasz Furjes, presidente do comitê de candidatura da capital húngara, ressaltou que € 55 bilhões já foram investidos nos últimos anos em infraestruturas. “Isso foi feito independentemente da realização da competição, mas estamos prontos para as Olimpíadas”, frisou o representante da cidade da Europa central.

Paris perdeu disputa para Londres em 2012

Paris, que perdeu para Londres a chance de sediar os Jogos Olímpicos de 2012, aposta desta vez nas infraestruturas já existentes na cidade. O duplo campeão de judô, Teddy Riner, também explicou durante sua apresentação que “85% dos atletas ficarão hospedados a menos de 30 minutos das competições e que metade deles poderão se locomover a pé entre a Vila Olímpica e os jogos”.

O projeto parisiense também valorizou as estruturas dedicadas aos torcedores. Inspirando-se nas “fan zones” implementadas durante o Euro 2016 de futebol, os organizadores lembraram a possibilidade de celebrar os jogos em vários pontos da cidade, como a praça da Bastilha ou o Campo de Março, diante da Torre Eiffel.

A prefeita de Paris, que fez parte de seu discurso em espanhol, chamou a atenção para o poder de integração da cidade. “Eu sou uma imigrante, sou uma mulher, e sou prefeita de Paris”, declarou.

A eleição da sede dos Jogos Olímpicos de 2024 será feita em 13 de setembro de 2017 em Lima, no Peru, quando haverá o voto final. Antes disso, uma segunda apresentação dos candidatos será realizada, em julho, na cidade suíça de Lausanne.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.