Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 15/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 15/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 15/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 15/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 15/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 15/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 14/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 14/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes
RFI

Ricciardo vence GP da Malásia; Hamilton dá bronca na Mercedes

media os dois pilotos da Red Bull, Daniel Ricciardo (direita) e Max Verstappen, celebram dobradinha no GP da Malásia. REUTERS/Edgar Su

O australiano Daniel Ricciardo venceu o Grande Prêmio da Malásia de Fórmula 1, neste domingo (2), em 'dobradinha' da Red Bull com o holandês Max Verstappen. O alemão Nico Rosberg ficou em terceiro e consolidou sua liderança do campeonato, sendo beneficiado com o abandono de Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe na Mercedes.

Os brasileiros não pontuaram no GP da Malásia. Felipe Massa, da Williams, teve problemas e terminou em 13º lugar. Já Felipe Nasr, da Sauber, teve um problema mecânico e abandonou na 48ª volta.

Hamilton, que largou na position, vinha liderando com folga, mas acabou quebrando o motor na 41ª das 56 voltas da corrida. Com esse resultado, Rosberg aumentou de 8 para 23 pontos sua vantagem sobre o atual bicampeão mundial, faltando cinco corridas para o fim da temporada.

No rádio, foi possível ouvir Hamilton gritando "não, não", batendo com a mão no capacete, enquanto seu motor estava em chamas. O piloto de 31 anos, que busca seu quarto título mundial, depois de 2008, 2014 e 2015, já teve outros problemas desse tipo na temporada. Depois da corrida, ele fez um desabafo com fortes críticas à sua equipe.

"Alguém não quer que eu seu seja campeão neste ano. Tenho uma pergunta para a Mercedes: fabricamos tantos motores, por que só os meus têm problemas este ano? Alguém precisa me dar respostas, isso é inaceitável", reclamou Hamilton em entrevista à BBC.

Verstappen chama Vettel de 'idiota'

O clima ficou mais tenso do que nunca na montadora alemã, que perdeu a oportunidade de se sagrar tricampeã dos construtores com antecedência. A única satisfação da escuderia foi a grande corrida de recuperação de Rosberg. O piloto alemão, atual vice-campeão mundial, teve uma largada desastrosa. Ele rodou na primeira curva ao se chocar com o compatriota Sebastian Vettel, da Ferrari, caindo da segunda para a 17ª posição, mas conseguiu dar a volta por cima.

"Na primeira curva, pensei que tudo tivesse acabado. Estou feliz por ter subido ao pódio, embora esperasse ter um dia melhor. Felizmente, não acabou tão mal assim", comentou Rosberg.

Vettel, que ganhou a corrida no ano passado, teve que abandonar depois da batida. Verstappen, que estava logo atrás na hora do incidente, quase foi prejudicado e chamou o tetracampeão mundial de "idiota" e "louco".

Depois do abandono de Hamilton, o jovem e impetuoso holandês, que completou 19 anos na sexta-feira, tentou de tudo para ultrapassar Ricciardo, mas não conseguiu impedir o australiano de garantir sua primeira vitória da temporada, a quarta na carreira.

O próximo GP está marcado para o próximo domingo, no circuito de Suzuka, no Japão.

Classificação final do GP da Malásia:
1. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG Heuer)
310,408 km em 1h37:12.776
(velocidade média: 191,584 km/h)
2. Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG Heuer) a 2.443
3. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 25.516
4. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 28.785
5. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) 1:01.582
6. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) 1:03.794
7. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) 1:05.205
8. Nico Hülkenberg (ALE/Force India-Mercedes) 1:14.062
9. Jenson Button (GBR/McLaren-Honda) 1:21.816
10. Jolyon Palmer (GBR/Renault) 1:35.466
11. Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso-Ferrari) 1:38.878
12. Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari) a 1 volta
13. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) a 1 volta
14. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Ferrari) a 1 volta
15. Pascal Wehrlein (ALE/Manor-Mercedes) a 1 volta
16. Estéban Ocon (FRA/Manor-Mercedes) a 1 volta

Abandonos:
Sebastian Vettel (ALE/Ferrari): batida, na 1ª volta
Romain Grosjean (FRA/Haas): problema de freios, na 9ª volta
Kevin Magnussen (DIN/Renault): problema mecânico, 18ª volta
Lewis Hamilton (GBR/Mercedes-AMG): problema de motor, 41ª volta
Esteban Gutiérrez (MEX/Haas): problema mecânico, na 41ª volta
Felipe Nasr (BRA/Sauber): problema mecânico, na 48ª volta

Classificação do Mundial de pilotos:
1. Nico Rosberg (ALE) 288 pontos
2. Lewis Hamilton (GBR) 265
3. Daniel Ricciardo (AUS) 204
4. Kimi Raikkonen (FIN) 160
5. Sebastian Vettel (ALE) 153
6. Max Verstappen (HOL) 147
7. Valtteri Bottas (FIN) 80
8. Sergio Pérez (MEX) 74
9. Nico Hülkenberg (ALE) 50
10. Fernando Alonso (ESP) 42
11. Felipe Massa (BRA) 41
12. Carlos Sainz Jr (ESP) 30
13. Romain Grosjean (FRA) 28
14. Daniil Kvyat (RUS) 25
15. Jenson Button (GBR) 19
16. Kevin Magnussen (DIN) 7
17. Jolyon Palmer (GBR) 1
18. Pascal Wehrlein (ALE) 1
19. Stoffel Vandoorne (BEL) 1
20. Esteban Gutiérrez (MEX) 0
21. Marcus Ericsson (SUE) 0
22. Felipe Nasr (BRA) 0
23. Rio Haryanto (INA) 0
24. Estéban Ocon (FRA) 0

Classificação do Mundial de construtores:
1. Mercedes-AMG 553 pontos
2. Red Bull 359
3. Ferrari 313
4. Force India 124
5. Williams 121
6. McLaren-Honda 62
7. Toro Rosso 47
8. Haas 28
9. Renault 8
10. Manor 1
11. Sauber 0
12. Toro Rosso 0
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.