Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/10 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 19/10 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 19/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Justiça espanhola determina reabertura de processo contra Neymar e seu pai

media Justiça espanhola reabre processo contra Neymar e seu pai. REUTERS/Albert Gea

A Audiência Nacional (principal instância penal espanhola) ordenou nesta sexta-feira (23) a reabertura do processo contra Neymar e seu pai por suposta corrupção na transferência do jogador brasileiro ao Barcelona, revogando o arquivamento do caso que havia sido decretado por um juiz.

A Audiência aceitou assim os recursos da promotoria e do fundo de investimentos brasileiro DIS, antigo proprietário de parte dos direitos do atleta, contra a decisão do juiz José de la Mata, decretando "a continuidade do processo", de acordo com a decisão judicial.

De la Mata havia arquivado o caso por supostos delitos de "corrupção nos negócios e fraude", ao considerar que "as condutas analisadas não podem ser julgadas penalmente". Mas os magistrados da Audiência Nacional consideraram que "há indícios suficientes" para seguir adiante com a investigação.

Acordo de exclusividade fere lei de mercado

De acordo com a nova decisão, um acordo de exclusividade firmado entre o Barcelona e Neymar para garantir o atleta no clube catalão pode ter transgredido as regras do livre mercado de contratação de jogadores.

O caso teve início com uma denúncia do fundo DIS, proprietário de 40% dos direitos do atacante no momento da transferência de Neymar ao Barcelona, que se considerou prejudicado pela operação.

Em um primeiro momento, o Barça anunciou oficialmente a contratação de Neymar por €57,1 milhões (€40 milhões para a família de Neymar e €17,1 milhões para o Santos), mas a justiça espanhola calcula que a transação foi de pelo menos € 83,3 milhões.

O DIS, que recebeu €6,8 milhões dos €17,1 milhões correspondentes ao Santos, se considera prejudicado duas vezes: por não ter recebido sua parte pelo valor real da transferência e por um contrato de exclusividade entre o Barça e Neymar assinado em 2011, o que impediu outros clubes de entrar na disputa pela contratação do brasileiro.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.