Ouvir Baixar Podcast
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/07 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 22/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 22/07 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Últimas notícias
  • Boris Johnson é o novo primeiro-ministro do Reino Unido
Esportes

Tite faz sua primeira convocação para as Eliminatórias da Copa

media Eliminatórias: Tite terá primeiro desafio pela frente. REUTERS/Ueslei Marcelino

Fortalecida depois de conquistar sua primeira medalha olímpica, a seleção brasileira de futebol joga contra o Equador e a Colômbia pelas eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia-2018, com a estreia do técnico Tite.
 

A lista de 23 jogadores inclui os retornos do lateral Marcelo, do Real Madrid, e do meia Paulinho, do Guangzhou Evergrande (China), e a primeira convocatória do lateral Fagner, do Corinthians, e do meia Rafael Carioca, do Atlético Mineiro.

O meia-atacante do Chelsea Willian é dúvida por um problema físico ainda em fase de avaliação, disse o novo treinador brasileiro, que visitará o Equador em 1º de setembro e receberá a Colômbia no dia 6 na Arena Amazônia, Manaus.

"Nós não estamos classificados para a Copa e precisamos crescer. Avaliamos o momento real de cada um e seremos justo a esse respeito", afirmou Tite em sua primeira coletiva de imprensa antes das eliminatórias sul-americanas.

"Alguns atletas europeus [jogadores que disputam torneios neste continente] foram prejudicados porque estão retomando seu ritmo ou porque estão lesionados", explicou.

No sufoco nas Eliminatórias

Em sexto lugar, fora da classificação direta e também da possibilidade de disputar a repescagem para o Mundial de 2018, a Seleção procura cristalizar o grito entoado após a conquista olímpica: o campeão voltou.

A zona sul-americana é liderada pelo Uruguai e Equador, com 13 pontos, seguidos pela Argentina, com 11, enquanto Chile e Colômbia, com 10, completam a lista de seleções que antecedem o Brasil.

Tite substituiu Dunga, que foi demitido no meio do caminho, e procura defender as conquistas obtidas principalmente com o Corinthians, com o qual ganhou a Libertadores em 2012 e o Mundial de Clubes daquele ano.

O treinador preferiu não adiantar se vai tentar convencer Neymar, a estrela do Barcelona, a continuar a ser o capitão, depois que ele anunciou que não queria assumir essa responsabilidade.

Antes das Olimpíadas, Tite já havia indicado que era "desumano" colocar todo o peso da equipe sobre Neymar, mas antecipou que a capitania não vai deixar o trio Miranda, Daniel Alves e o atacante do Barça.

A lista dos convocados:

Goleiros: Alisson (Roma/ITA), Marcelo Grohe (Grêmio), Weverton (Atlético Paranaense).

Zagueiros: Gil (Shandong Luneng/CHN), Marquinhos (Paris SG/FRA), Miranda (Inter de Milão/ITA), Rodrigo Caio (São Paulo).

Laterais: Daniel Alves (Juventus/ITA), Fagner (Corinthians), Filipe Luis (Atlético de Madrid/ESP), Marcelo (Real Madrid/ESP).

Meias: Casemiro (Real Madrid/ESP), Giuliano (Zenit/RUS), Lucas Lima (Santos/BRA), Paulinho (Guangzhou/CHI), Willian (Chelsea/ING), Rafael Carioca (Atlético Mineiro), Renato Augusto (Beijing Guoan/CHN), Philippe Coutinho (Liverpool/ING).

Atacantes: Neymar (Barcelona/ESP), Taison (Shakhtar Donetsk/UCR), Gabriel Jesus (Palmeiras), Gabriel Barbosa (Santos).

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.