Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Treinador do PSG sobre insulto homofóbico de jogador: "Lamentável"

media O treinador Laurent Blanc, vítima de insultos homofóbicos do jogador Serge Aurier, durante coletiva, em Paris. REUTERS/Benoit Tessier

O treinador do Paris Saint-Germain, Laurent Blanc, não escondeu sua imensa decepção com o lateral-direito Serge Aurier, que se referiu a ele com um termo vulgar e homofóbico durante um bate-papo com fãs em uma rede social. Em uma entrevista coletiva nesta segunda-feira (15), Blanc disse ter "recebido muito mal" as declarações do jogador, que foi afastado do clube por um ato considerado “inadmissível”.

"Achei isso lamentável", disse Blanc em relação aos comentários de Aurier, um marfinense de 23 anos, contratado pelo PSG a pedido do treinador. No vídeo gravado pelo aplicativo Periscope e divulgado amplamente pelas redes sociais no final de semana, o lateral direito responde a uma série de perguntas feitas ao vivo por fãs e lidas por um amigo que aparece no vídeo fumando narguilé.

Ao ser questionado sobre Laurent Blanc, o jogador se refere ao treinador como um termo vulgar e homofóbico e diz que ele "pega nos testículos" do atacante Ibrahimovic.

Em um primeiro momento, Aurier disse que se tratava de uma montagem e de uma gravação antiga, mas ficou evidente que a conversa aconteceu no sábado à noite, após o empate sem gols do PSG com o Lille, no Parc des Princes.

O vídeo tem um total de 45 minutos, mas, em vários sites, foi divulgada uma edição de pouco mais de seis minutos na qual Aurier faz comentários injuriosos também sobre vários companheiros de equipe, como o sueco Ibrahimovic e o goleiro Sirigu.

Resolver o problema direto com o jogador

"Eu me comprometi com a direção do clube para ele vir jogar (no PSG) e, depois que vi (no Periscope) os agradecimentos que tive, acho isso lamentável", disse Blanc. "É prejudicial para ele, e o que não admito é que seja prejudicial ao clube", acrescentou o treinador, que teve na semana passada seu contrato com o time parisiense prorrogado até 2018. "Se o clube adotar outras decisões, vocês saberão", declarou Blanc em referência ao afastamento decidido pela direção do PSG.

"Que o jogador prejudique a si mesmo, na pior das hipóteses, ele sofrerá as consequências. Mas que ele prejudique o clube pela imagem que ele mostrou, pelas declarações que fez...", continuou o treinador, sem completar a frase. "Tem muitos jogadores desta geração que passam o tempo pedindo desculpas. Acho que, antes de pedir desculpas, é preciso refletir o que se faz, para não passar o tempo se desculpando depois", afirmou.

"Serge, se ele tem um problema comigo, eu não vou usar vocês (jornalistas) para resolvê-lo. Meu problema com Serge vou resolver diretamente com ele", completou Blanc, que se limitou a responder apenas uma pergunta sobre o assunto.

Diante da enorme repercussão do caso neste final de semana, o lateral-direito gravou uma declaração para o canal do clube pedindo desculpas pelas "besteira" que fez. Serge Aurier também disse aceitar as sanções a serem decididas pelo clube.

A polêmica estourou em um momento considerado delicado para o PSG que recebe nesta terça-feira (16) o Chelsea pela primeira rodada das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.