Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 22/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 22/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Valcke é suspenso por Fifa a 12 anos de afastamento do futebol

media Katibu mkuu wa FIFA Jerome Valcke katika mkutano na waandishi wa habari, Mei 30, 2015, Zurich. AFP/AFP/

Jérôme Valcke, ex-secretário-geral da Fifa, foi suspenso por 12 anos de todas as atividades ligadas ao futebol pela justiça da federação internacional, anunciou nesta sexta-feira (12) o órgão que administra o esporte no mundo todo.

O francês de 55 anos foi afastado de suas funções em 17 de setembro depois de um escândalo envolvendo a venda de ingressos para o Mundial-2014 no Brasil. Durante os preparativos da Copa, Valcke declarou que o Brasil deveria levar "um chute no traseiro" para acelerar as obras, o que causou mal estar e um pedido de desculpas.

A investigação realizada pela Fifa permitiu evidenciar "vários atos repreensíveis, ligados principalmente a um abuso de gastos em viagens", mas também à venda de direitos televisivos a terceiros. Valcke foi igualmente declarado culpado pela Câmara de Julgamento da Fifa por "destruição de provas".

A investigação conduzida por Cornel Borbely, presidente da Câmara de Investigação da Comissão de Ética da Fifa, foi aberta após a imprensa revelar o escândalo de revenda de ingressos no mercado negro para a Copa do Mundo do Brasil-2014.

Em meio às punições Fifa elege dirigente dia 26

O francês, que também foi diretor de marketing da Fifa, foi acusado pela imprensa em junho do ano passado de ter sido responsável por uma transferência de US$10 milhões ao polêmico Jack Warner, um dos ex-vice-presidentes da Fifa, atualmente banido definitivamente da entidade. Valcke negou as acusações.

A punição a Valcke se une às suspensões por oito anos do presidente demissionário da Fifa, Sepp Blatter, e do presidente da Uefa, Michel Platini. Os dois dirigentes recorreram da suspensão, o que será analisado pela Comissão de Recursos da Fifa nos dias 15 e 16 de fevereiro.

Em meio à tempestade judicial por suposta corrupção em grande escala, a Fifa elegerá o sucessor de Blatter em 26 de fevereiro, no Congresso Extraordinário da entidade.

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.