Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/03 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/03 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/03 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/03 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 19/03 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 19/03 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 17/03 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 17/03 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Neymar é convocado para depor na Espanha no dia 2 de fevereiro

media Neymar em jogo do Barcelona. REUTERS/Stringer EDITORIAL USE ONLY

O astro brasileiro do FC Barcelona Neymar foi intimado nesta quarta-feira (13) a depor ante um juiz que investiga seu suposto envolvimento em uma fraude relacionada com sua transferência para o clube espanhol em 2013.

O depoimento de Neymar na justiça espanhola foi marcado para o dia 2 de fevereiro. Além do atacante brasileiro, o processo aberto na Audiência Nacional de Madri envolve o pai do jogador, sua empresa, a N&N, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, seu antecessor, Sandro Rosell, e o próprio clube catalão. Também são investigados o Santos e seu presidente da época, Luis Álvaro de Oliveira, junto com seu vice, Odílio Rodriguez.

A investigação foi aberta depois de uma queixa do fundo de investimento brasileiro DIS, que gerenciava parte dos direitos do passe de Neymar quando o brasileiro ainda atuava pelo Santos. O ponto central da divergência é a divisão do pagamento que o Barcelona deveria realizar na compra do jogador. Para a DIS, o craque deveria receber 40% da soma o clube catalão ou qualquer outro time pagaria pelo passe do jogador. Mas a empresa insiste que apenas recebeu € 6,8 milhões do Barcelona, do total de € 57,1 milhões declarados.

No entanto, as investigações na Espanha acabaram revelando que o valor pago por Neymar chegou a € 83 milhões e mais de € 40 milhões teriam ido para Neymar por meio de "contratos simulados". A informação, que foi confirmada pelo Barcelona, levou à queda da diretoria do time.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.