Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 24/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 24/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 24/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 24/08 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 24/08 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 24/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Fifa notifica Blatter e Platini sobre motivos de suspensão

media Joseph Blatter (à esq.) e Michel Platini. REUTERS/Ruben Sprich/Files TPX IMAGES OF THE DAY

O órgão jurídico da FIFA notificou neste sábado (9) Joseph Blatter e Michel Platini sobre os motivos da suspensão de ambos durante oito anos de toda atividade relacionada ao futebol. A comunicação abre possibilidade de recurso, o que o francês já anunciou que vai fazer.

A câmara de resolução da Comissão de Ética da FIFA se limitou a anunciar que aceitou as denúncias de "abuso de confiança", "conflito de interesses" e "gestão desleal", mas descartou a acusação de corrupção, anunciada durante a confirmação da suspensão de ambos no dia 21 de dezembro.

A decisão foi tomada devido a um controverso pagamento de €1,8 milhão da FIFA a Platini em 2011. O valor se refere a trabalhos efetuados pelo francês entre 1999 e 2002, segundo um acordo apenas verbal entre eles.

No comunicado emitido neste sábado, que não traz muitos detalhes sobre os motivos da suspensão, a câmara explica que Blatter e Platini podem recorrer da decisão junto à Comissão de Apelações da FIFA.

Caso o recurso for rejeitado, ambos podem ainda recorrer ao Tribunal Arbitral do Esporte, com sede em Lausane, a mais alta instância da justiça esportiva.

Platini reagiu rapidamente

Platini vai recorrer na próxima segunda-feira, anunciou seu advogado, logo após receber a notificação. "Confirmamos ter recebido na madrugada deste sábado os motivos da sanção. Vamos lê-los, analisá-los e entrar com um recurso na segunda-feira junto à Comissão de Apelação", disse Thibaud D'Alès.

Independentemente do veredicto final, Platini não será o próximo presidente da FIFA, cuja eleição está marcada para o dia 26 de fevereiro. O francês jogou a toalha e desistiu de apresentar sua candidatura, alegando falta de meios e tempo para fazer campanha. O presidente da UEFA, que se encontra afastado do cargo, disse, em entrevista ao diário francês L'Équipe, que irá se concentrar na sua defesa.

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.