Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 27/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 27/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 27/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 26/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 26/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 26/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 26/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 26/06 09h36 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Classificação do PSG para as quartas foi merecida, diz Thiago Silva

media O capitão Thiago Silva, comemora vitória do PSG contra o Chelsea PSG Reuters / Toby Melville Livepic EDITORIAL USE ONLY

Uma conquista história, heroica. Esta é a análise de toda a imprensa e dos torcedores do PSG após o empate de 2 a 2 com o Chelsea, na noite desta terça-fera (11), resultado que levou o time às quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. O PSG se vinga assim do time londrino. No ano passado, o Chelsea havia eliminado o PSG no mesmo estádio Stamford Bridge.
 

Com dez em campo, desde a expulsão do atacante Ibrahimovic, aos 31 minutos do primeiro tempo, o time foi valente e deve a classificação a uma dupla brasileira. David Luiz, que marcou de cabeça o gol do empate no tempo regulamentar a quatro minutos do fim, e Thiago Silva, que também de cabeça fez o gol de empate de 2 a 2, são aclamados como herois.

Em entrevista publicada pelo jornal Metro News, Thiago Silva disse que o jogo permitiu ao PSG mostrar suas verdadeiras qualidades. "Tivemos muito mérito (pela classificação) porque fizemos um bom jogo", avaliou.

Sobre o gol, o capitão disse não se lembrar muito bem do lance, apenas do argentino Pastore ter dito "vamos ficar aqui", faltando ainda três minutos para o término da partida. Thiago Silva revelou ainda ter olhado bastante para a arquibancada onde estava sentada sua esposa, que fazia aniversário ontem. "Acho que foi um belo presente para ela", brincou.

No entano, o capitão não quis comentar o erro que quase desclassificou o time. Em um lance na área, o brasileiro colocou a mão na bola resultando no pênalti que deu ao Chelsea a vantagem no placar, já na prorrogação.

O capitão também fez questão de elogiar o treinador Laurent Blanc, que fez as mudanças certas na equipe. "Ele foi inteligente, incrível. Se conseguimos a classificação foi porque seguimos suas orientações", afirmou.

Thiago Silva comentou que o jogo de ontem ficará marcado com um dos grandes momentos de sua carreira. "Mas ainda teremos que mostrar muita força para ir o mais longe possível. As mais belas vitórias são sempre as que estão adiante", disse.

Força coletiva do time

Marquinhos, que atuou na lateral direita, disse que este jogo já é um marco na sua carreira. "Para mim, foi a emoção mais forte depois que cheguei ao PSG e até da minha carreira, porque tudo o que aconteceu nesse jogo foi muito forte. Nossa situação era difícil. E quando é uma conquista assim, é ainda mais bonita", disse.

"É por isso que é preciso valorizar todos os jogadores que estiveram no gramado, fomos muito solidários, e a conquista foi magnífica", completou.

Outro brasileiro, o meio campista Thiago Motta, ressaltou também o aspecto coletivo que faz a força do PSG. "É a característica dos nossos jogadores, colocar a bola no chão. Com 10 em campo, foi mais difícil, mas nosso jogo é com a bola no chão. A batalha é física também, mas jogamos coletivamente e não individualmente. É a diferença do PSG para as outras equipes. Essa diferença mostramos esta noite", avaliou.

"A equipe mostrou muitas coisas, jogamos com muita personalidade", destacou o argentino Javier Pastore. "Mesmo com um jogador a menos a equipe continua a jogar com muita qualidade técnica", afirmou".

O jornal inglês The Guardian destacou a frase do treinador José Mourinho de que o Chelsea "não soube lidar com a pressão". O Daily Mail estampa a declaração de Ibrahimovic de que os jogadores do Chelsea se comportaram como "bebês" chorões no lance de sua expulsão.

Bayern goleia e passa fácil

No outro jogo da rodada, o Bayern de Munique humilhou o Shaktar Donezstk, time europeu com maior número de brasileiros (13). A goleada de 7 a 0 fez o time alemão avançar com tranquilidade para as quartas da Liga dos Campeões da Europa.

Outros dois classificados para a próxima fase são Porto e Real Madrid.

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.