Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 15/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 15/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 15/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 15/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 15/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 15/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 14/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 14/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Lance Armstrong é acusado de doping por agência americana

media O ciclista Lance Armstrong em etapa da Volta da França. Reuters

O ciclista norte-americano Lance Armstrong e cinco outras pessoas são acusados pela agência antidoping americana (Usada) de terem violado as regras antidoping. Por causa da abertura do processo, Armstrong foi afastado das provas de triatlon de Nice.

Num comunicado publicado na imprensa americana, a agência diz ter amostras de sangue de Armstrong coletadas entre 2009 e 2010 que trariam evidências de manipulação sanguínea e o uso de substâncias como EPO, conhecido por melhorar o desempenho físico, testosterona e cortisona. As autoridades norte-americanas suspeitam que Armstrong e cinco membros da sua equipe participavam do esquema de dopagem entre 1998 e 2011.

A agência acusa Armstrong de ter se dopado durante praticamente toda a sua carreira e de ter induzido colegas a usarem os mesmos recursos fraudulentos. A Usada também informou que o processo contra o ciclista está em uma fase inicial.

O ciclista negou as acusações e disse que elas “não têm fundamento”. “Nunca me dopei, participei de inúmeras corridas em 25 anos de carreira e nunca tive um pico de performance. Fui submetido a mais de 500 controles e nunca fui controlado positivo”, escreveu em comunicado. Armstrong também criticou a falta de imparcialidade da agência e acusou o órgão de ter comprado testemunhas. Em fevereiro, o Ministério Público de Los Angeles arquivou, sem qualquer acusação, uma investigação de dois anos contra o ciclista por suspeitas de doping.

Lance Armstrong venceu sete vezes a Volta da França, a competição ciclística mais prestigiada no mundo do esporte. Ele também ganhou destaque na mídia internacional quando sobreviveu a um câncer no testículo e a várias metástases ao cérebro e aos pulmões. A agência americana ainda não deixou claro se no caso de uma eventual comprovação do uso de doping na carreira ele perderá os títulos acumulados.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.