Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/09 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Esportes

Quenianos dominam mais uma vez maratona de Paris

media Mais de 40 mil pessoas participaram da Maratona de Paris neste ano. REUTERS/Benoit Tessier

O corredor queniano Benjamin Kiptoo foi o grande vencedor deste domingo da trigésima-quinta edição da maratona de Paris. Ele finalizou os 42, 195 quilômetros do percurso em 2h 06 min 31 sec, a somente 47 segundos do recorde da prova, batido em 2006 pelo seu compatriota Vincent Kipruto.

Kiptto assumiu a liderança da corrida a 6 quilômetros da linha de chegada, desbancando o etiopiano Eshetu Wendimu, apontado como o favorito. Ele já quase havia subido ao pódio em 2010, quando ficou em quarto lugar na maratona parisiense. O queniano também já havia se destacado como o grande vencedor da maratona de Roma em 2009, atingindo a marca de 2 h 07 min 17 sec, seu recorde antes da corrida de hoje. Em segundo lugar ficou Bernard Kiopyego, outro queniano, que chegou em segundo lugar fazendo o tempo de 2 h 7 min 16 sec.

Entre as mulheres, a vencedora foi Priscah Jeptoo, que acabou a prova em 2 h 22 min 52 sec .
Jeptoo, 27 ans, bateu o recorde de Agnes Kiprop (2 h 24 min 41 sec), e melhorou seu próprio recorde de 2 h 27 min e 01 sec.

Mais de 40 mil corredores participaram da maratona de Paris neste ano, entre eles, mais de 300 brasileiros. O percurso, saindo da avenida Champs Elysée, atravessa Paris até o Bois de Vincennes, passando pela rua Rivoli, praça da Bastilha, avenida Georges Pompidou, Bois de Boulogne e avenida Foch.

Uma das curiosidades da maratona neste ano foi a participação da ministra francesa dos esportes, Chantal Jouanno, que terminou a corrida em 4 horas e 31 minutos. A ministra treinava há vários meses para participar da prova. "Gosto dessa corrida porque ela é popular, sem pretensão, e é meu dever mostrar que ela é acessível a todos."
 

 
O tempo de conexão expirou.