Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 23/07 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 23/07 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 23/07 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/07 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/07 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/07 15h00 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 22/07 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 22/07 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Economia

Brasil tem 15 pessoas na lista dos 500 mais ricos do mundo

media Foto de arquivo: Jorge Paulo Lemann em uma conferência em Sun Valley, Idaho em 9 de Julho de 2015. SCOTT OLSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

Quinze brasileiros fecham o ano na lista das 500 pessoas mais ricas do mundo, compilada diariamente pela Bloomberg. O primeiro, Jorge Paulo Lemann, um dos donos da AB InBev, aparece em 27º com uma fortuna estimada em 29.7 bilhões de dólares.

O empresário de 78 anos e seus dois sócios Marcel Telles e Carlos Sicupira, que também figuram na lista da Bloomberg, tem ações na Kraft Heinz e na Restaurant Brands International - empresa por trás do Burguer King -, além de controlar as Lojas Americanas e a São Carlos Empreendimentos e Participações. 

Também estão na lista os irmãos Moreira Salles - Pedro, João e Walter -, os irmãos Marinho - José, Roberto e João -, além de Eduardo Saverin - co-fundador do Facebook -, Joseph Safra, Walter Faria, Maria Helena Moraes, e Ermirio de Moraes.

Topo da lista dominado por magnatas da tecnologia

Segundo a Bloomberg, as 500 pessoas mais ricas do mundo viram suas fortunas aumentarem em US$ 1 trilhão, ou cerca de R$ 3,3 trilhões, ao longo deste ano em função da valorização de ações no mercado financeiro. Ou seja, um aumento de 23% em relação ao ano passado.

No topo, estão magnatas da tecnologia e da internet. Em primeiro, está Jeff Bezos, dono da Amazon (US$100bi); seguido de Bill Gates, fundador da Microsoft (US$91.6bi); o megainvestidor americano Warren Buffet (US$85.5bi); Amancio Ortega, criador da marca de roupas Zara (US$75.7bi); e Mark Zuckerberg, criador da rede social Facebook (US$73.2bi). Uma lista curta, mas que vale quase meio trilhão de dólares.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.