Ouvir Baixar Podcast
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 25/06 09h30 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 26/06 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 25/06 09h33 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 26/06 09h36 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 26/06 09h57 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 26/06 15h00 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 26/06 15h06 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 26/06 15h27 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Economia

Em Davos, Meirelles defende maior abertura da economia brasileira

media O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em Davos Reuters

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, defendeu nesta quarta-feira (18), no Fórum Econômico Mundial de Davos, uma maior abertura da economia brasileira e descartou que Donald Trump venha a ser um problema para a América Latina.

Para Meirelles, Trump também não será um problema para o Brasil, já que o país não é um grande exportador de produtos manufaturados para os Estados Unidose nem depende do grande fluxo de remessas de brasileiros que vivem em solo americano.

"Nosso modelo de exportações é bastante diversificado, exportamos para diversas regiões do mundo", recordou o ministro, explicando que a China já supera os Estados Unidos entre os parceiros comerciais do país.

Economia fechada

Meirelles voltou a defender em Davos as reformas implementadas pelo governo e garantiu que, diferentemente de outros países do mundo, o Brasil não está se beneficiando dos resultados de uma globalização plenamente integrada.

O ministro reconheceu que o Brasil ainda tem uma economia fechada e disse que o objetivo agora é fazer as reformas básicas para que o país cresça a níveis mais altos e crie emprego.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.