Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 22/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 22/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Economia

Tecnologia 5G é vedete de feira mundial de celular em Barcelona

media O MWC 2016 espera receber cerca de cem mil participantes. Patricia Moribe

Cerca de 100 mil participantes são esperados para o maior evento de tecnologia de celulares, o Mobile World Congress (MWC) 2016, ou o Congresso Mundial de Telefonia Móvel, que acontece de 22 a 25 de fevereiro, em Barcelona.

« It’s the place to be », ou seja, « é o lugar para se estar », diz um presidente de uma empresa de software de telefonia internacional baseada em Dubai. Ou seja, o MWC é um encontro obrigatório para empreendedores, fabricantes, desenvolvedores, além de pessoal de vendas e jornalistas do mundo todo.

As grandes empresas estão presentes com novos lançamentos, como Samsung, LG e Sony. A única que fica de fora é a Apple, que sempre organiza seus eventos à parte, em setembro, na Califórnia.

Segundo as estatítsticas do instituto britânico Gartner, publicadas no dia 16 de fevereiro, a Samsung vendeu, no último trimestre de 2015, 83 milhões de unidades no mundo e tem 20,7% do mercado. Já a Apple comercializou 71,5 milhõs de celulares, mas faturou mais porque seus modelos são mais caros.

Um mundo cada vez mais conectado

Um dos assuntos mais comentados este ano é o 5G, que pode deixar a internet 50 vezes mais rápida e aprimorar ainda mais a conectividade da pessoa com os objetos ao redor, como conta Igor Lopes, editor-chefe do site Canal Tech (canaltech.com.br), que acompanha de perto os lançamentos internacionais.

Além das empresas gigantes, há também espaço para start-ups do mundo todo, inclusive do Brasil. A Softex, Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro, trouxe 14 empresas para o congresso. São companhias especializadas em serviços que começam a se expandir no exterior.

Nesse mesmo espaço para empresas menores há todo tipo de boa ideia associada ao celular. Por exemplo, um aplicativo que, conectado à escova de dente elétrica, controla a escovação do usuário. Ou alternativas de trocas de mensagens, de pagamentos por celular, games e acessórios.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.