Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 19/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 19/10 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 19/10 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 19/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Economia

Bouygues pode demitir até 20 mil funcionários

media Sede da Bouygues Telecom em Issy les Moulineaux, próximo de Paris. Reuters

Uma das principais companhias de telecomunicações da França, a Bouygues Telecom, poderá demitir até 2 mil pessoas, de acordo com sindicalistas do grupo. O número de demissões representaria até 23% do quadro de pessoal da empresa.

As informações foram publicadas no jornal Le Figaro desta segunda-feira (12). Atualmente, a Bouygues emprega 9 mil funcionários. Entre 1,5 mil e 2 mil poderiam ser demitidos.

A onda de fechamentos de vagas seria uma consequência direta do recente fracasso na compra de outra companhia de telecomunicações, a SFR, uma operação que teria feito a Bouygues ampliar o seu espaço no mercado. A SFR acabou adquirida pela concorrente Numericable.

Nesta segunda, a empresa preferiu não comentar os rumores sobre as demissões, que circulam nos corredores, conforme os sindicatos de trabalhadores. O grupo vai apresentar o balanço financeiro do primeiro trimestre nesta quinta-feira.

“Os rumores foram propagados por altos diretores e se disseminaram pela empresa”, relata Azzam Ahdab, do sindicato CFDT. “Nossas preocupações já vêm de longa data.”

Se a informação for confirmada, os representantes dos trabalhadores prometem exigir “condições satisfatórias” de um eventual plano de demissões voluntárias, “considerando os bilhões que a direção estava disposta a pagar pela SFR”, destaca Ahdab.

Mudanças no mercado

A Bouygues foi a principal vítima da chegada da operadora Free no mercado de telefonia móvel francês, com preços bastante abaixo dos praticados pelas companhias tradicionais do país. Em dois anos, a Bouygues perdeu 200 mil clientes e teve uma forte queda de faturamento, já que 18% dos clientes migraram para o plano de baixo custo que a empresa foi obrigada a criar, o B & You.

O grupo aposta na expansão do serviço 4G para compensar as perdas. Atualmente, oferece a maior cobertura da França. Conforme Le Figaro, o próximo passo será diminuir os custos de operações. Para isso, a Bouygues deve simplificar as opções de planos de telefonia.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.