Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 13/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 13/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 13/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 13/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 13/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 13/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 12/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 12/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Economia

Apesar da crise, franceses preferem restaurantes para jantar de réveillon

media Apesar da crise, franceses vão festejar a chegada de 2014 em restaurantes. REUTERS/Benoit Tessier/File

Mesmo enfrentando uma crise econômica e a alta do desemprego, os franceses optam este ano por jantar em um restaurante para celebrar a chegada de 2014. Um terço (38%) das mesas dos restaurantes disponíveis no mais popular site de reservas online do país, lafourchette.com, já estavam reservados, uma semana antes do 31 de dezembro.

Patrick Delsace, cofundador do site, garante que uma forte aceleração das reservas é esperada para essa segunda e terça-feira. Até agora 35% dos que já garantiram uma mesa para o jantar de final de ano são parisienses, enquanto os moradores de outras cidades da França respondem por 45% das reservas realizadas.

A nova tendência parece ser o abandono das reservas feitas com muita antecedência. "Cada vez mais os franceses reservam na última hora. É um fenômeno novo", revela Patrick Jeffroy, chefe condecorado com duas estrelas no respeitado guia Michelin.

Mas para Delsace, a crise tem impacto em quanto os franceses estão dispostos a gastar. Se em 2011 eles eram 8% a reduzir em 25 euros o orçamento da ceia de réveillon, este ano eles são 20% a fazerem essa economia.

De acordo com informações do Lafourchette, pelo menos mil dos 7 mil restaurantes inscritos propõem um menu especial para a ocasião. Já o preço de um menu de ano novo na França - que inclui ao menos uma entrada, um prato e uma sobremesa - gira em torno de 115 euros. No último ano, as mesmas ofertas saiam por 110 euros e em 2011, 95 euros. No entanto, a maior parte das reservas corresponde a menus entre 40 e 100 euros, segundo Delsace. Para Bernard Boutboul, diretor da Gira Conseil, empresa de consultoria especializada no setor da restauração, se os franceses reduzem seus gastos de maneira geral, isso não se estende para a alimentação em dia de festa.

Em casa ou em restaurantes, o que parece não mudar são os produtos que compõem a tradicional ceia de réveillon dos franceses: foie gras, salmão e champanhe.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.