Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 21/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 21/09 09h57 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 21/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 21/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Cultura

Fãs dos Beatles celebram 50 anos do disco Abbey Road na faixa de pedestres mais famosa do mundo

media Fãs reproduzem imagem da capa do disco "Abbey Road", dos Beatles REUTERS/Henry Nicholls

Fãs dos Beatles do mundo todo se reuniram nesta quinta-feira (8) perto do Abbey Road Studios, em Londres, para celebrar o 50º aniversário de um dos discos mais emblemáticos do grupo britânico. Ponto turístico na cidade, a faixa de pedestres onde foi fotografada a capa do álbum recebeu os saudosos do Fab Four.

A imagem dos músicos atravessando sobre a faixa de pedestres em frente ao Abbey Road Studios estampou o "Abbey Road", último álbum de estúdio do grupo. A foto de John Lennon, Ringo Starr, Paul McCartney e George Harrison em Abbey Road é instantaneamente reconhecida em todo o mundo.

Até hoje, o local recebe fãs da banda, que reproduzem a cena protagonizada pelos Beatles em 8 de agosto de 1969 na imagem assinada pelo fotógrafo escocês Iain Macmillan. A foto surgiu de um desenho que McCartney rabiscou de quatro homens atravessando uma faixa de pedestres.

Nessa quinta-feira, os fãs repetiram novamente a cena e até sósias dos Fab Four apareceram no local para celebrar a data.

Fãs reproduzem pose dos Beatles enquanto comparam com a capa do disco "Abbey Road" REUTERS/Henry Nicholls

Disco emblemático   

"Abbey Road" foi lançado em 26 de setembro – seis dias depois de John Lennon revelar aos companheiros de banda que ele ia deixar o grupo. Gravado após o problemático álbum "Let It Be", que só foi comercializado em maio de 1970, "Abbey Road" foi criado em uma atmosfera muito mais descontraída.

O álbum tinha 17 faixas, incluindo "Something" e "Here Comes the Sun", de Harrison, "Octopus's Garden", de Starr, "Come Together", de Lennon, e um medley de trechos de músicas inacabadas, em grande parte de autoria de McCartney.

Fato raro, a capa de Abbey Road não apresentava o nome da banda ou do álbum. Contudo, sua capa se tornou um clássico, tanto pela qualidade das músicas como por ter alimentado a teoria da conspiração conhecida como "Paul Is Dead".

Algumas pessoas acreditavam que McCartney tinha um cigarro na mão direita, apesar de ser canhoto, o que provaria que a pessoa na fotografia seria um impostor. Também viam outras mensagens ocultas na imagem, por ele ser o único com a perna direita à frente, ao contrário de seus companheiros. Além disso, só ele estava descalço, entre outros elementos que alimentavam a teoria de que o músico havia morrido e tinha sido substituído por um sósia.

A história de Abbey Road Studios

O Abbey Road Studios fica em St. John's Wood, uma parte residencial rica do noroeste de Londres. Construído em 1829, era originalmente uma casa de nove cômodos antes de ser transformado no primeiro estúdio de gravação do mundo, em 1931.

Inicialmente foi usado para gravações de música clássicas, mas acabou se abrindo para o jazz, grandes bandas e, eventualmente, o rock.

Quase 190 das 210 músicas dos Beatles foram gravadas no local. A casa de McCartney em Londres fica bem na esquina do endereço célebre.

A faixa de pedestres ganhou status de monumento histórico inglês em 2010.

(Com informações da AFP)

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.