Ouvir Baixar Podcast
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 22/11 08h57 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 22/11 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 22/11 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 21/11 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 21/11 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 21/11 14h00 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 19/11 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 19/11 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

"Primavera literária brasileira" promove escritores contemporâneos na Europa

 
Leonardo Tonus organiza a Primavera Literária Brasileira. RFI

O festival "Printemps Littéraire Brésilien" (Primavera Literária Brasileira), em sua quarta edição, trouxe 36 escritores brasileiros para debates, encontros e exposições em quatro países: França, Bélgica, Portugal e Catalunha (Espanha). A iniciativa é de Leonardo Tonus, professor de literatura brasileira da Universidade Paris Sorbonne.

“A ideia era abarcar os diversos gêneros da literatura brasileira contemporânea, ou seja, romance, conto, poesia, teatro, ilustração e infanto-juvenil, e dar destaque sobretudo a essa nova literatura, com jovens escritores”, explica Tonus. “Muitos deles tinham acabado de publicar o primeiro ou segundo romance, ou já eram premiados”, acrescenta.

Literatura feminina em destaque

Outro ponto que norteou a caravana literária foi “a voz feminina, a nova dicção feminina” nas letras brasileiras, diz o organizador. “Queríamos uma paridade e conseguimos, são 18 mulheres e 18 homens”, conta.

Dois anos depois de o Brasil ser o país convidado do Salão do Livro de Paris, Leonardo Tonus acha que o interesse pela literatura contemporânea brasileira se mantém, uma vez que novas editoras francesas estão à procura de novos nomes para serem publicados na França.

Ele cita como exemplo, a Belleville Editions, que vai lançar “Sainte Caboche” (tradução de “A Cabeça do Santo”), da jovem escritora cearense Socorro Acioli. Mas Tonus lembra que esse interesse precisa ser trabalhado localmente e essa é uma das funções da Primavera Literária.

Clique no vídeo abaixo para assistir a entrevista completa:

 


Sobre o mesmo assunto

  • Literatura

    Vozes femininas do Brasil se destacam no Salão do Livro de Paris

    Saiba mais

  • RFI CONVIDA

    Muito antes de Woody Allen, escritor brasileiro voltou no tempo em Paris

    Saiba mais

  • Brasil mantém forte presença no Salão do Livro de Paris

    Saiba mais

  • Cultura

    Romance de estreia de brasileira sobre machismo é lançado na França

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.