Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 13/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 13/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 13/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 13/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 13/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 13/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 12/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 12/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Grande Museu do Perfume de Paris propõe visita olfativa

Grande Museu do Perfume de Paris propõe visita olfativa
 
Grande Museu do Perfume de Paris propões uma viagem olfativa e interativa. DR

A arte da perfumaria vem dos tempos dos egípcios. Relatos históricos falam das táticas perfumadas de Cleópatra para conquistar Marco Antônio. Hoje, o produto é um carro-chefe da economia francesa. Para exaltar o perfume, sua história e produção, foi inaugurado nesta quinta-feira (22), em Paris, o Grande Museu do Perfume.

“Faltava uma instituição desse tipo em Paris para falar sobre a excelência da profissão”, diz o presidente Guillaume de Maussion. “Queríamos recriar para o público uma experiência agradável, participativa e interativa”, acrescenta.

Encrustado no coração do consumo de luxo da capital na rua Saint-Honoré, no 8° distrito, rodeado de grandes grifes, o Grande Museu do Perfume custou € 7 milhões e levou dois anos para ser concretizado. O local exato é um palacete que já abrigou a maison do estilista Christian Lacroix.

Odores do dia-a-dia

A visita se faz em três tempos: a história, os cheiros do cotidiano e a arte dos perfumistas. No percurso, engenhocas de alta tecnologia fazem com que o visitante experimente, de maneira individual, determinados cheiros ou perfumes. Nenhum perfume enjoativo predomina, toda emissão é controlada.

“É um percurso permeado de descobertas olfativas, através do qual o visitante aprende sobre a história do perfume”, explica Sandra Armstrong, diretora do museu. “São 70 odores diferentes - pode ser o kifi, perfume egípcio de 1500 AC [que foi reproduzido segundo uma receita encontrada em uma ruína arqueológica], matérias primas emblemáticas como a mirra, ou cheiros do cotidiano, como o cheiro do mar, de rum ou de Nutella para as crianças. Os visitantes também experimentam matérias primas sintéticas, como o aldeído, ou naturais, como o vetiver ou a íris”, diz.

França é campeã mundial do setor

O Grande Museu do Perfume é uma instituição privada, financiada principalmente pelos principais fabricantes franceses e internacionais, além de parcerias com instituições como o Museu Carnavalet sobre a cidade de Paris e o Museu do Perfume de Grasse, no sul da França.

A França é a campeã no mundo na área de cosméticos e perfumes. Ela detém 25% do mercado mundial e é o terceiro setor de exportação do país. Os produtores franceses lançam cerca de 400 novos perfumes por ano.
 


Sobre o mesmo assunto

  • França/Perfume

    Publicidade de perfume da Kenzo faz flores brotarem no concreto de Brasília

    Saiba mais

  • França

    Perfume é o charme de Grasse, na Riviera Francesa

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.