Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 16/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 16/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 16/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 16/10 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 14/10 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 14/10 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Animação brasileira enfrenta blockbusters em festa do Oscar

Animação brasileira enfrenta blockbusters em festa do Oscar
 
O filme de animação "O Menino e o Mundo" concorre ao Oscar, no domingo. DR

“O Menino e o Mundo”, de Alê Abreu, é um dos concorrentes ao Oscar de melhor animação neste domingo (28). Em meio à correria da promoção do filme e a premiação de melhor produção independente no Annie Awards (o Oscar da animação), em Los Angeles, o cineasta falou com exclusividade à RFI Brasil.

“A expectativa é de ganhar, mas tenho os pés no chão”, diz o diretor. “É uma luta de um menino, feito com apenas US$ 500 mil, diante de gigantes muito bons”, acrescenta, referindo-se aos blockbusters “Divertida Mente”, da Pixar-Disney, ou “Anomalisa”. “Estou trabalhando com muita alegria na promoção do filme”.

“O Menino e o Mundo” teve até vaquinha virtual, um crowdfunding para financiar o envio de material promocional para quem vota. “Nem entendi muito como é o processo de votação, não me aprofundei no assunto, mas o que mais me impressionou foi a mobilização das pessoas, elas se sentem parte da equipe, parte do filme que vai a Los Angeles”, relata o cineasta.

Filme foi sucesso de público e crítica na França

A animação de Abreu ganhou o prêmio Cristal no festival francês de animação de Annecy, em 2014, e fez sucesso de público e de crítica. “O público francês é muito especial, pois ele é muito culto em termos de animação, de linguagens diferentes. Senti desde o lançamento que ele ia ter um bom desempenho. Foram 120 mil ingressos e depois o longa participou de um projeto paralelo de cinema das escolas.", diz.

“O Menino e o Mundo” é uma parábola da vida, da separação e da busca. As imagens misturam giz de cera, colagens e materiais diferentes em 2D. Outro charme do filme é a trilha, composta em diálogo de sons e imagens do diretor com Ruben Feffer e Gustavo Kurlat. Entre os músicos convidados, participaram Naná Vasconcelos e os Barbatuques. A única música cantada é o rap de Emicida, que aparece com os créditos finais.

Veja abaixo o trailer:
 


Sobre o mesmo assunto

  • Animação

    “O Menino e o Mundo” ganha prêmio de animação em Los Angeles

    Saiba mais

  • “Menino e o Mundo”, de Alê Abreu, concorre a Oscar de animação

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.