Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 26/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 26/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 26/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 26/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 26/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 26/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 25/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 25/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Cultura

Ridley Scott vai dirigir filme sobre vida do traficante "El Chapo"

media Em imagem de arquivo, Joaquín "El Chapo" Guzmán aparece sendo escoltado por soldados mexicanos, em 22 de fevereiro de 2014. Reuters

O diretor de Hollywood Ridley Scott está negociando com a Fox, gigante do cinema americano, a direção de um filme baseado na vida do líder do poderoso cartel de drogas de Sinaloa, o mexicano Joaquin "El Chapo" Guzman. Recentemente, o narcotraficante protagonizou uma fuga espetacular de uma prisão de alta segurança, a segunda em 14 anos de detenção.

Responsável pela direção de grandes sucessos do cinema americano, como "Blade Runner", "Alien" e "Gladiador", Ridley Scott pretende adaptar o romance "The Cartel", de Don Winslow. A obra foi publicada um mês antes da segunda fuga de Guzman. De acordo com o site Hollywood Reporter, o direitor britânicos também produziria o projeto.

O livro ainda não foi traduzido para o português, mas faz um enorme sucesso nos Estados Unidos, desde que foi lançado, há pouco mais de um mês. O protagonista da obra não é explicitamente "El Chapo", mas um barão da droga, chamado de Adam Barrera. "The Cartel" é a sequência do livro "A Lei do Cão", que descreve os bastidores da "War on Drugs", operação liderada pela agência americana antidrogas, a DEA, com o apoio do FBI e da CIA na fronteira do México com os Estados Unidos.

El Chapo segue foragido

O líder do cartel de Sinaloa escapou no dia 11 de julho da penitenciária mexicana de segurança máxima de Altiplano por um túnel de 1.500 metros de comprimento. O buraco cavado para a fuga começa no banheiro da cela do traficante e se estende por dez metros de profundidade.

O engenhoso túnel conta com ventilação e iluminação. As autoridades também encontraram uma motocicleta adaptada sobre trilhos, que teria servido para transportar as ferramentas e máquinas necessárias para as obras de escavação, assim como para retirar a terra.

A passagem, na qual também foram encontrados instrumentos de construção, tanques de oxigênio e recipientes com combustível, desemboca em um imóvel ainda em construção ao sudoeste da penitenciária, onde o narcotraficante estava preso desde fevereiro do ano passado.

O México mobilizou mais de 10 mil policiais na busca de El Chapo. Sete funcionários da prisão de Altiplano foram presos durante as investigações sobre a fuga do narcotraficante.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.