Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/09 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/09 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Cultura

Cineasta mineiro tem pais como atores em curta na Quinzena de Cannes

media O cineasta André Novais Oliveira, à direita, com os pais em Cannes. Patricia Moribe

O curta-metragem "O Quintal", do diretor mineiro André Novais Oliveira foi um dos onze selecionados entre 1.700 candidatos da seção de curtas da mostra paralela da Quinzena dos Realizadores de Cannes. "O Quintal" retrata um dia na vida de um casal de idosos em Contagem, cidade vizinha de Belo Horizonte. Uma das atrações do filme é ter os próprios pais do diretor como atores principais e também na plateia em Cannes.

É a segunda vez de André em Cannes. A primeira foi em 2013, com o curta "Pouco Mais de Um Mês", que recebeu menção especial do júri da Quinzena dos Realizadores. "Ela Volta na Quinta" foi o primeiro longa, também com os pais como atores. O diretor conta que a passagem por Cannes traz mais visibilidade e curiosidade de festivais e produtores do mercado nacional, podendo facilitar o financiamento do próximo trabalho.

As histórias do cineasta sempre rondam o naturalismo, o cotidiano quase banal. "O Quintal" foge um pouco da linha ao ter uma pitada de sobrenatural, inspirado na obra do escritor Murilo Rubião, de Contagem. "Coisas estranhas, como fenômenos sobrenaturais, passam a acontecer na vida de um casal idoso da periferia, mas tudo é tratado com naturalidade", conta o diretor.

Corujice

Na plateia em Cannes, os pais de André não escondem a emoção. Dona Maria José, ou melhor, dona Zezé, fala como foi a experiência: "não é porque é filho que é mais fácil, ele é um diretor muito exigente". Já seu Norberto, sorriso largo, exclama: "estou até me sentindo um ator muito importante".

Os filmes de André Novais Oliveira são produzidos pela Filmes de Plástico, criada em 2009.

Reportagem com André Novais, diretor de "O Quintal" 23/05/2015 Ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.