Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 20/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 20/08 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 20/08 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 20/08 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 20/08 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 20/08 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 19/08 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 19/08 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Cultura

Sam Smith conquista indústria da música dos EUA e triunfa no 57° Grammy

media Com quatro prêmios, Sam Smith foi o grande vencedor do 57° Grammy Awards, realizado neste domingo (8). REUTERS/Mike Blake

A revelação da música soul de 2014, o britânico Sam Smith, foi a grande estrela do 57° Grammy. O jovem cantor e compositor de 22 anos brilhou na cerimônia deste domingo (8), levando quatro prêmios e emocionou a plateia formada pela nata da indústria e da música americana.

Sam Smith conquistou quatro troféus : artista revelação, música do ano, gravação do ano e melhor álbum pop. O primeiro disco do britânico, In the Lonely Hour, foi lançado no ano passado e vendeu 1,3 milhão de cópias.

Bem humorado, o jovem artista não esqueceu de agradecer o ex-namorado, que inspirou o álbum: "Obrigado por ter partido meu coração, você me fez ganhar quatro Grammys".

A faixa "Stay with me" (Fica comigo) é um dos principais títulos do primeiro disco de Sam Smith. O romântico single que fala sobre uma aventura amorosa que dura apenas uma noite chegou ao topo das músicas mais tocadas de 2014.

Melhor álbum

O título do melhor álbum foi conquistado pelo multi-instrumentista e compositor americano Beck, considerado como a grande surpresa da noite. Ao receber o prêmio das mãos de Prince, o artista revelou que o intimista "Morning Phase" foi quase integralmente gravado em sua própria casa.

Já o músico americano Pharrel Williams esperava levar mais estatuetas, mas teve que se consolar com três Grammys : melhor interpretação solo, melhor álbum de música contemporânea (Girl) e melhor vídeo pela célebre e dançante canção "Happy". No palco, ele interpretou este que foi um dos hits mais pops de 2014.

Musas do pop

A musa Beyoncé abriu a cerimônia com o marido Jay-Z, levando o prêmio de melhor interpretação R&B com "Drunk Love". Outra aclamada apresentação foi a da rainha do pop, Madonna, que levou o público ao delírio com o novo hit "Living for Love".

Um momento emocionante da cerimônia foi a apresentação da cantora Katy Perry, que cantou "By the grace of God", após a divulgação da campanha contra violência doméstica. O presidente americano, Barack Obama, também deu uma "palinha" no evento, discursando em um vídeo sobre o assunto e lembrando que uma em cada cinco mulheres é vítima de violências sexuais nos Estados Unidos.

A 57a. edição do Grammy também premiou outras promessas e estrelas consagradas da música. Cristina Aguilera, Eminem, Aphewx Twin, St Vincent, Toni Braxton e a cantora country Miranda Lambert não voltaram para suas casas de mãos vazias.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.