Ouvir Baixar Podcast
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 24/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 24/09 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 24/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 23/09 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 23/09 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 23/09 15h00 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 23/09 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 23/09 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Cultura

Conchita Wurst canta contra a homofobia diante do Parlamento Europeu

media Conchita Wurst canta em frente ao Parlamento Europeu, em 8 de outubro de 2014. Reuters/Yves Herman

A transexual Conchita Wurst, grande ganhadora do concurso europeu de canto Eurovision, fez uma apresentação de uma hora nesta quarta-feira (8) em frente ao Parlamento Europeu, em Bruxelas. A cantora austríaca foi convidada por cinco partidos europeus como parte de uma campanha de combate à discriminação.  

Umrike Lunacek, uma das deputadas que convidou Conchita, afirmou à AFP que "o maravilhoso sinal de abertura e anti-discriminação que o povo europeu demonstrou ao votar na cantora durante o Eurovision deve ser extendido para uma sociedade mais aberta e um quadro jurídico que permita que todos vivam e amem sem medo". Lunacek é a primeira deputada abertamente gay no parlamento austríaco e já foi atacada com ácido na última parada gay em Viena, em junho, saindo ilesa.

Antes do show, Conchita falou à imprensa e afirmou que, apesar de não ser 'política', sente que tem uma mensagem a passar 'enquanto artista'. Ela disse ainda que lamenta que o casamento gay ainda seja debatido e que, para direitos igualitários se tornarem uma realidade, mais decisões e menos discussões devem ser feitas. Conchita não cobrou pelo show em Bruxelas.

Musa inspiradora e ativista

Desde que ganhou o famoso concurso de canto europeu, em maio de 2014, Conchita Wurst ascendeu ao estrelato e vem participando de diversos eventos ligados ao mundo LGBT em toda a Europa. A cantora se tornou também musa inspiradora do designer de moda Jean-Paul Gaultier, fechando um de seus desfiles de alta-costura em julho passado na Semana de Moda de Paris.

E o encanto com sua autenticidade não parou por aí. Conchita também participou de uma sessão de fotos com o famoso designer Karl Lagerfeld e foi convidada para ser a voz da coruja Eva na versão alemã do filme 'Os Pinguins de Madagascar', que será lançado em novembro deste ano.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.