Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 25/04 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 25/04 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 25/04 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 25/04 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 25/04 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 25/04 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 24/04 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 24/04 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Cultura

Primeiro beijo gay entre homens marca avanço em novelas brasileiras

media Os atores Mateus Solano Thiago Fragoso protagonizam o primeiro beijo gay em telenovela brasileira no horário nobre. Reprodução/TV Globo

O beijo entre o casal Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) marcou o último capítulo da novela da TV Globo “Amor à Vida”. Para especialistas em comunicação, o final feliz, que é exibido novamente neste sábado (1), significa um avanço importante na teledramaturgia brasileira.  

Foram apenas alguns segundos no ar, mas o beijo entre os personagens Niko e Félix da novela “Amor à Vida” entra para a história da televisão brasileira como um passo importante rumo à normalização das narrativas de uma história de amor entre dois homens.

A Rede Globo já havia ensaiado um beijo gay em produções anteriores. Há quase dez anos, uma cena de beijo entre dois personagens homens da novela "América", de Glória Perez, foi gravada mas nunca foi ao ar. Nos anos 90, diante da rejeição do público, o casal de lésbicas da novela “Torre de Babel” foi assassinado de forma dramática e eliminado da trama.

Desta vez, porém, a emissora que é líder de audiência em telenovelas, manteve o roteiro do autor Walcyr Carrasco. Para a professora Maria Cristina Palma Mungioli, pesquisadora do Centro de Estudos de Telenovela da Escola de Comunicação da USP e do Obitel (Observatório Ibero-americano de ficção televisiva) o fato de a trama ter ido ao ar na principal novela da Globo tem um impacto significativo. “A telenovela das 9 é importante para o contexto brasileiro de comunicação. A telenovela é o principal produto de ficção da televisão brasileira. Então é muito importante a visibilidade que ela traz”.

A pesquisadora também argumenta que, mais importante que o beijo, foi o processo de construção da relação afetiva entre os dois personagens. “Houve um avanço no sentido de mostrar positivamente a construção da família. São pessoas que têm sonhos, que têm filhos, que desejam conduzir suas vidas normalmente. Nesse contexto, a questão do beijo apareceu como uma consequência do relacionamento deles”.

Já a torcida pelo beijo entre Niko e Félix, explica a professora, têm duas faces. “De um lado, existia a curiosidade se a cena iria mesmo ao ar na Rede Globo, que é sempre vista como mais conservadora”. De outro lado existia, de fato, uma demanda dos telespectadores que não são tão puritanos”, destaca, e que estavam prontos há bastante tempo para ver uma cena de carinho e afeto entre dois homens no horário nobre.

Repercussão no exterior

Em Portugal, um dos maiores mercados consumidores de novelas produzidas no Brasil, o beijo entre dois homens foi ao ar já no ano passado. A cena entre dois atores portugueses aconteceu em um remake lusitano da clássica “Dancing Days” de Gilberto Braga. Entre o público português, porém, o beijo entre dois homens não causou o alvoroço visto no Brasil. “Curiosamente, em Portugal, não houve muita reação. A cena aconteceu de forma natural e as pessoas encararam isso naturalmente”, explica Dora Santos Silva, professora da Universidade Nova de Lisboa.

Para ela, a cena de “Amor à Vida” pode ajudar a quebrar tabus não apenas no Brasil. “A minha geração cresceu com telenovelas brasileiras e elas são um dispositivo midiático importante principalmente para as pessoas que ainda não usam muito a internet e que não convivem com pessoas que gostam de outras pessoas do mesmo sexo e que, por isso, encaram o mundo gay como se fosse um mundo completamente marginal na sociedade”, disse a pesquisadora portuguesa.

A repercussão do beijo entre Niko e Félix teve alcance mundial. A hashtag #BeijaFelixeNiko ficou entre os 10 trending topics do Twitter no mundo ontem, dia de exibição do último capítulo, como destacou a versão para o público latino do canal americano "Fox News".

Para o jornal" El Pais" o beijo, ainda que tardio, foi um avanço. “Foi assim que, em 2014, o Brasil, país que não tem pudor de exibir mulheres praticamente nuas na TV e cenas de sexo heterossexual muitas vezes sem relevância alguma para a trama, conseguiu vencer o tabu de retratar, de fato, a realidade: que os gays se relacionam e se amam, como qualquer heterossexual”, escreve o diário espanhol.

 

 

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.