Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 13/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 13/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 13/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 13/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 13/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 13/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 12/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 12/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Cultura

Brasileiros competem no principal festival de HQ da França

media Daytripper, de Fábio Moon e Gabriel Bá, concorrem em Angoulême. Divulgação/ lesbresiliensjumeaux.blogspot.com

Começa nesta quinta-feira a 40ª edição do Festival de Histórias em Quadrinhos de Angoulême, no sudoeste da França. O evento, um dos principais do gênero, reúne artistas, editores e grande público. O álbum Daytripper, dos brasileiros Fábio Moon e Gabriel Bá, concorrem aos "fauves" (feras), o prêmio do festival.

Para festejar seus 40 anos, o festival vai homenagear alguns gigantes dos quadrinhos de vários continentes. “Uderzo in extenso” é o nome da retrospectiva dedicada a Albert Uderzo, 85 anos, a metade da dupla criadora de “Asterix e Obelix”. Outro veterano, o japonês Leiji Matsumoto, 74 anos, criador de Patrulha Estrelar, também ganha uma mostra integral de suas opéras espaciais. “Mickey e Donald, toda uma obra” é outra das exposições especiais.

Daytripper, dos premiados brasileiros Fábio Moon e Gabriel Bá, está na seleção oficial da corrida pelos  “fauves” (feras), que são os prêmios de Angoulême. Já Rafael Coutinho e André Diniz participam de um encontro com o público para falar sobre os quadrinhos no Brasil.

A edição 2013 do festival é afetada por vários fatores econômicos: crise financeira, revolução digital e superprodução (5015 novidades em 2012, um aumento de 4,7%). Mas o mercado de HQ francês vai bem: enquanto as vendas cresceram 0,5%, o setor de livros como um todo sofreu um recuo de 2% nos nove primeiros meses de 2012.

O festival também é uma oportunidade de contatos para os profissionais. Mas o mais importante, é que a cidade se transforma, até domingo, num paraíso dos quadrinhos para os fãs do gênero.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.