Outubro em imagens

01/10/17- Paris organizou a terceira jornada sem carro. Pela primeira vez, a proibição de circular em carros e motocicletas aconteceu em toda as ruas da capital

01/10/17- Catalães votaram em um referendo de autodeterminação em clima de violência. Consulta popular é considerada ilegal pela justiça e pelo governo espanhol. Houve confrontos nas ruas de Barcelona.

01/10/17- Ataque terrorista em Marselha. Um homem, que usava sete identidades diferentes, matou duas mulheres a facadas na estação de trens Saint-Charles por volta das 14hs. O ataque foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico.

01/10/17- A Alemanha celebrou os primeiros casamentos gay do pais. A lei que legalizou a união e a adoção por casais homossexuais, votada em 30 de junho, entrou em vigor no domingo. A Alemanha é o 15° país europeu a adotar o casamento gay.

01/10/17- Ex-jogador de futebol americano, O.J. Simpson, condenado a 33 anos de prisão por roubo à mão armada, foi libertado neste domingo.

01/10/17-Um homem abriu fogo da janela de seu apartamento do 32° andar de um hotel-cassino de Las Vegas e matou 59 pessoas e feriu mais de 500 durante um show de música-country. Foi o ataque com arma de fogo que mais deixou mortos na história dos EUA

02/10/17- Polícia divulga identidade do autor do massacre em Las Vegas; é o americano Stephen Paddock, de 64 anos, que se matou antes de ser encontrado pelos policiais.

02/10/17- Na Catalunha, o presidente da região, Carles Puidgemont, solicitou nesta segunda-feira uma interferência internacional para mediar o conflito com Madri, após o referendo no qual 90% dos catalães que foram às urnas aprovaram um estado independente

02/10/17- O primeiro-ministro palestino, Rami Hamdallah, e vários ministros de seu governo estivera na Faixa de Gaza. É a primeira visita em mais de dois anos de um dirigente palestino do Fatah no território comandado pelo grupo extremista Hamas.

04/10/17- Prisão do ativista Cesare Battisti, detido nesta quarta-feira (4) na fronteira do Brasil com a Bolívia

07/10/17- Mais de 200 opositores do presidente russo, Vladimir Putin, foram detidos durante protestos a favor do líder opositor Alexeï Navalny, que está preso. A maior manifestação aconteceu em São Peterburgo, cidade natal de Putin.

08/10/17- Milhares de pessoas se manifestaram neste domingo (8) em Barcelona, Espanha, contra o referendo de independência da Catalunha.

08/10/17- Meio século após a sua morte, Ernesto "Che" Guevara, figura mítica da ação revolucionária armada durante a Guerra Fria, é homenageado em Cuba neste domingo (8).

10/10/17- O presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, suspendeu nesta terça-feira (10) o processo de independência da Espanha, com o objetivo de dar continuidade ao diálogo com Madri.

12/10/17- Os dois partidos palestinos rivais Fatah e Hamas chegaram a um acordo de reconciliação.

12/10/17-Os Estados Unidos anunciaram a sua decisão de se retirarem da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), alegando um "preconceito contra Israel", segundo comunicado oficial.

13/10/17- Sobe para 31 o número de vítimas dos incêndios devastadores que assolam o norte da Califórnia, nos Estados Unidos, desde domingo (8).

14/10/17- Subiu para 276 o número de mortos no atentado com caminhão-bomba de sábado no centro de Mogadíscio, o mais violento na história da Somália.

15/10/17- O partido do líder conservador Sebastian Kurz venceu neste domingo (15) as eleições legislativas da Áustria.

15/10/16- O CNE (Conselho Nacional Eleitoral) da Venezuela anunciou a vitória do presidente Nicolas Maduro nas eleições regionais deste domingo (15).

17/10/17- O governo decretou nesta terça-feira (17) três dias de luto depois morte de dezenas de pessoas em incêndios florestais no centro e no norte do país, que começaram no último domingo.

22/10/17- Os eleitores da Lombardia e de Vêneto, duas prósperas regiões do norte da Itália, votam neste domingo (22) em referendos para pedir maior autonomia fiscal ao governo central de Roma.

22/10/17- Resultado das eleições legislativas de meio mandato realizadas neste domingo (22), com vitória nas cinco maiores províncias do país, devem reforçar poder de Macri na Argentina.