Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/09 15h27 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/09 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/09 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/09 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/09 15h27 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 17/09 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/09 09h57 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Ciências

VÍDEO: carro sem motorista do Google tem seu primeiro acidente

media Carro autônomo do Google (à direita) se chocou contra um ônibus. Reprodução

Um vídeo circulando na internet mostra o que seria o primeiro acidente envolvendo um carro autônomo do Google, que funciona sem motorista. A colisão lateral contra um ônibus é sutil, e os passageiros do coletivo parecem nem perceber, no registro feito pelas câmeras de segurança.

No final de fevereiro, o Google chegou a reconhecer que havia sido “parcialmente responsável” em um acidente envolvendo um de seus carros autônomos, ocorrido em pleno coração do Silicon Valley. O anúncio provocou um grande debate no meio tecnológico, já que este seria a primeira colisão envolvendo esta nova ferramenta para conduzir veículos. O vídeo surge para comprovar o anúncio.

O acidente não deixou feridos, mas prova que o futuro dos carros sem motoristas não é assim tão quanto querem fazer crer o Google, a Tesla e outros construtores de veículos autônomos. O gigante da internet garante ter atualizado seu software de navegação para melhorar as regras de prioridade, mas a dúvida persiste sobre a capacidade dessa inteligência artificial de prever as mais diferentes situações ao volante.

Licença para robôs?

A questão é importante porque ela tem muitas implicações, como, por exemplo, a cobertura que as empresas de seguro vão oferecer a estes veículos. Os governos também exigirão garantias muito precisas antes de autorizar as máquinas a circular livremente. A revista francesa L’Obs chega a perguntar se vamos precisar de uma licença de motorista específica para robôs.

No início do ano, em entrevista à RFI Brasil, o francês Jean-François Bonnefon, da Escola de Economia de Toulouse, autor de um estudo revelador sobre o assunto, feito nos Estados Unidos, ressaltou as questões éticas que os carros sem motorista estão suscitando: “Embora falemos cada vez mais desses veículos, há problemas éticos que ainda não entraram na discussão. Apenas quando chegar o momento em que esses carros estarão circulando nas ruas é que muita gente vai descobrir esses problemas e, só então, vai decidir o que fazer”.
 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.