Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 17/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 17/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 17/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 17/06 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 16/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 16/06 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

França reforma controle sanitário após escândalo do Mediator

França reforma controle sanitário após escândalo do Mediator
 
A farmacêutica Servier foi marcada como a principal responsável pelo escândalo suscitado pelo antidiabético Mediator. Reuters/Pascal Rossignol

Um relatório da Inspeção Geral de Assuntos Sociais da França divulgado no dia 15 de janeiro para investigar o escândalo do uso do medicamento Mediator, revelou que o medicamento já deveria ter sido retirado do mercado em 1999, ou seja, 10 anos antes da decisão de proibir sua comercialização.

Os investigadores foram fundo no problema e chegaram a muitas conclusões estarrecedoras, entre elas a de que o laboratório Servier, fabricante do remédio, literalmente “enrolou” as autoridades públicas de saúde na França. Também ficou comprovada a ligação financeira de especialistas da Agência francesa de segurança sanitária com a empresa farmacêutica que criou o Mediator. Usado para combater o diabetes e também como regulador do apetite, o medicamento teria provocado a morte de entre 500 a 2 mil pessoas no país.
 

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.