Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

Bolsonaro e outros líderes mundiais assistem entronização do imperador japonês

media O imperador japonês Naruhito é entronizado após a abdicação de seu pai Akihito. REUTERS/Philippe Wojazer/File Photo

Personalidades internacionais, entre elas cerca de 30 chefes de Estado e de governo, participam nesta terça-feira (22) da cerimônia de entronização do imperador japonês Naruhito. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que iniciou no Japão um giro internacional de dez dias, é um dos raros líderes do continente americano em exercício presentes em Tóquio para o evento.

Naruhito, de 59 anos, ascendeu formalmente ao Trono do Crisântemo no mês de maio, após a abdicação de seu pai, Akihito. Mas a entronização, quando Naruhito e sua mulher Masako aparecem em público usando trajes imperiais durante uma cerimônia no palácio, acontece apenas agora.

Segundo informações divulgadas por fontes oficiais japonesas, a lista de líderes internacionais presentes inclui muitos monarcas europeus, como os reis Felipe VI da Espanha, Felipe da Bélgica, Guilherme Alexandre da Holanda e Carlos XVI da Suécia. O príncipe Charles, da Inglaterra, Federico, da Dinamarca, e Haakon, da Noruega, também marcam presença.

Vários chefes de Estado, como o alemão Frank-Walter Steinmeier, o austríaco Alexander Van der Bellen, o finlandês Sauli Niinisto, o húngaro Ader Janos, o filipino Rodrigo Duterte e o indiano Ram Nath Kovind responderam ao convite, assim como o ex-presidente francês, Nicolas Sarkozy, que representa Emmanuel Macron, ou ainda os premiês da Coreia do Sul, Lee Nak Yon, da Tailândia, Prayut Chan-o-cha, e a líder birmanesa Aung San Suu Kyi.

Bolsonaro é o único americano em exercício

As últimas informações divulgadas por Tóquio apontam que Jair Bolsonaro é o único líder do continente americano em exercício presente na cerimônia. Os Estados Unidos são representados pela ministra do Transporte, Elaine Chao, enquanto Argentina e Paraguai enviaram seus vice-presidentes, Gabriela Michetti e Hugo Velázquez Moreno, respectivamente.

O presidente brasileiro segue para a China na quarta-feira (23) e continua o giro internacional de dez dias nos Emirados Árabes (25), Catar (28) e Arábia Saudita (29). Nos países árabes, Bolsonaro terá reuniões bilaterais com mandatários, inclusive com o rei saudita Salman bin Abdulaziz.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.