Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/11 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/11 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/11 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/11 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/11 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 17/11 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 17/11 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

Irmã Dulce: tudo pronto no Vaticano para a canonização neste domingo

media Lembranças de Irmã Dulce estão à venda nas lojas do Vaticano. Foto: Rafael Belincanta

Na fachada da Basílica de São Pedro já estão estendidos os tapetes com as imagens dos cinco futuros santos, dentre eles o da beata brasileira irmã Dulce. Na manhã deste domingo (13) elas serão reveladas ao mundo durante a missa de canonização que será presidida pelo papa Francisco.

Rafael Belincanta, correspondente da RFI em Roma

Delegações do governo da Bahia, chefiada pelo governador Rui Costa (PT) e da prefeitura de Salvador, liderada pelo prefeito ACM Neto (DEM), confirmaram presença. Já o governo federal será representado pelo vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB). Durante coletiva à imprensa na tarde desta sexta-feira (11) na embaixada do Brasil na Itália, Mourão disse “governo e Igreja Católica andam lado a lado no Brasil" e que "o papa não pode ser visto como um inimigo", em alusão às denúncias feitas no Sínodo da Amazônia

Neste sábado (12), o trânsito foi desviado na região do Vaticano e muitos brasileiros já circulam pelas imediações da Praça São Pedro. O casal Rita de Cássia Rend e Antônio Júlio Franco veio de Salvador especialmente para a canonização. “Temos uma sobrinha que trabalha no hospital de irmã Dulce. Para nós, este momento é de uma grande emoção”, contou Rita. Outro casal, Juliana Ribeiro e Emerson Viana, de Belo Horizonte, está na Itália em lua de mel e considera a missa de irmã Dulce o ponto alto da viagem. “Eu, como enfermeira, fico arrepiada. Devemos seguir o seu exemplo”, disse Juliana.

Brasileiros em Roma para prestigiar

Milhares de brasileiros são esperados na celebração, dentre eles José Maurício Bragança Moreira, cujo milagre pela intercessão de irmã Dulce foi reconhecido pela Congregação para as Causas dos Santos, em 13 de maio. Ele deverá fazer parte do momento do ofertório durante a missa. Os inúmeros religiosos brasileiros que estão no Vaticano para o Sínodo da Amazônia também participarão da celebração, bem como religiosas das Obras Sociais de irmã Dulce, vindas da Bahia.

O arcebispo de São Paulo, cardeal Odilo Scherer, não participa dos debates do Sínodo e veio a Roma especialmente para a canonização de irmã Dulce. "Ela dedicou-se inteiramente à caridade, aos pobres, aos doentes. Não perguntava qual era a fé, acolhia a todos", recordou dom Odilo.

Souvenirs

Nas imediações do Vaticano já é possível encontrar lembranças personalizadas com a imagem de Santa Dulce dos Pobres. Ao lado de irmã Dulce também serão canonizados os beatos John Henry Newman, Giuseppina Vannini, Maria Teresa Chiramel Mankidiyan e Margherita Bays. A última grande canonização no Vaticano aconteceu em 14 de outubro do ano passado, quando o papa declarou santos, entre outros, o papa Paulo VI e Óscar Romero.

Tudo pronto no Vaticano para a canonização de Irmã Dulce, no domingo (13). Foto: Rafael Belincanta
Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.