Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 22/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 22/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

Paris terá um espaço público dedicado a Marielle Franco

media A prefeitura de Paris chegou a expor uma foto de Marielle logo após seu assassinato. RFI/Paloma Varón

O Conselho Municipal de Paris aprovou nesta segunda-feira (01) uma moção de intenção para atribuir o nome de Marielle Franco a um espaço público na capital francesa. O anúncio foi feito pelo coletivo Rede Europeia para a Democracia no Brasil (RED.Br), na origem deste projeto.

De acordo com o coletivo, a decisão dos conselheiros (o equivalente a vereadores no Brasil) foi unânime. A moção foi apresentada por políticos de esquerda, mas ganhou os votos também da oposição de direita. Pelo Twitter, o grupo de vereadores socialistas comemorou a decisão lembrando que Marielle era uma “vereadora engajada na luta contra o racismo, a homofobia e as violências policiais”.  

Com aprovação da moção, o próximo passo será o de encontrar um local, que pode ser uma rua, praça ou passagem pública, para receber o nome de Marielle Franco.

Ainda não está definida uma data para a escolha do local, que deverá ser estudada e proposta por uma equipe da prefeitura. Há intenção de que seja no centro da capital. O Marais, conhecido bairro frequentado pela comunidade LGBT, é um dos locais cogitados.  

“(É) Uma homenagem à Marielle, mas também uma forma de apoiar a luta contemporânea contra a violência e a opressão antidemocrática em todo o mundo”, afirmou o coletivo RED.Br ao comemorar o avanço da iniciativa.

Apoio da prefeitura de Paris

Desde que foi lançada, a proposta também ganhou apoio da prefeita socialista de Paris, Anne Hidalgo, que encampou o projeto de homenagear a vereadora assassinada no Rio de Janeiro em 14 de março de 2018.

Em meados de março, o coletivo RED.Br encaminhou uma carta aberta à prefeitura contando o percurso de Marielle Franco e apontando as razões pelas quais ela deveria ser lembrada na capital francesa. “Paris é o local onde esta primeira placa deve ser instalada, em razão de sua visibilidade e dos valores que representa. (…) Marielle lutava no cotidiano por uma cidade aberta, diversa e inclusiva e, por isso, pedimos que uma rua seja nomeada em sua homenagem”, disse o documento publicado online.

“Dar seu nome a uma rua é um ato simbólico forte, de acordo com a vontade da prefeitura de Paris dos últimos anos de honrar a memória de mulheres ilustres e corajosas, representantes de minorias e combatentes dos direitos humanos.”

Hidalgo voltou a demonstrar sua intenção de homenagear a vereadora ao posar com uma foto de Marielle Franco quando recebeu em seu gabinete o ex-deputado federal Jean Wyllys, em março.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, ao lado do ex-deputado federal Jean Wyllys na sede da prefeitura. Foto: Elcio Ramalho/RFI Brasil

No ano passado, pouco após o crime, que ainda não foi totalmente esclarecido, o principal prédio administrativo da capital, o Hôtel-de-Ville, já expôs uma foto da ativista em sua fachada.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.