Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 25/03 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 25/03 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 25/03 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 25/03 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 25/03 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 25/03 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 24/03 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 24/03 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

Paraguaios querem expulsão imediata de traficante do Rio detido em Assunção

media O traficante brasileiro Carlos Eduardo Sales Cardoso, conhecido como Capilé, foi preso em Assunção, na capital do Paraguai. EUTERS/Jorge Adorno

A polícia do Paraguai prendeu neste sábado (14) o traficante brasileiro Carlos Eduardo Sales Cardoso, 35 anos, conhecido como Capilé. Apontado como um dos chefes do narcotráfico no Rio de Janeiro, ele foi detido durante operação policial em uma mansão localizada no bairro Los Laureles, na capital paraguaia.

Capilé é suspeito de liderar o chamado Terceiro Comando Puro (TCP) do Rio de Janeiro. Ele é alvo de uma ordem de prisão no Brasil por tráfico de drogas e homicídio, informou a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai, que comandou a operação policial em conjunto com a Polícia Federal brasileira.

Além do brasileiro, um segundo suspeito, que não teve a identidade revelada, foi detido pelos policiais paraguaios. Na mansão onde estavam, os agentes encontraram 86 relógios de luxo, R$ 3 mil e US$ 11,8 mil em cédulas. Capilé poderá ser expulso do Paraguai para posterior entrega à Justiça Federal brasileira.

Ao tomarem conhecimento das detenções, internautas paraguaios defenderam a expulsão imediata do criminoso e lamentaram que o país tenha se tornado um refúgio para traficantes brasileiros. Leitores do jornal "Diário Popular" manifestaram indignação com a presença de Capilé no país, morando em condições luxuosas ao lado de famílias paraguaias.

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.