Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 22/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 22/10 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 22/10 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 22/10 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 22/10 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 22/10 09h30 GMT
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 21/10 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 21/10 15h06 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Messias brasileiro INRI Cristo é destaque em exposição de fotos em Arles, no sul da França

Messias brasileiro INRI Cristo é destaque em exposição de fotos em Arles, no sul da França
 
Exposição "Velho Testamento", de Jonas Bendiksen, em Arles. @ Patricia Moribe

A exposição “O Último Testamento” é um dos destaques do festival de fotografia em Arles, no sul da França, que acontece até 23 de setembro. O fotógrafo norueguês Jonas Bendiksen traz o perfil de sete homens que se dizem ser o filho de Deus, na Inglaterra, na África do Sul, Zâmbia, Japão, Filipinas e... Brasil.

A mostra, acompanhada de um livro no formato de um velho livro, acontece na igreja de Santana, no centro de Arles. Antiga construção do século 12, o prédio deixou de ser um local religioso após a Revolução Francesa.

“Este projeto é resultado de uma fascinação que sempre tive pela fé e religião”, diz Jonas Bendiksen, repórter da conceituada agência Magnum, em entrevista exclusiva à RFI Brasil. “Não cresci com isso, não tive Deus na minha infância, meus pais não eram religiosos. A fé virou um mistério, algo que eu sempre quis explorar. Sempre fui, de uma certa forma, escravo apenas do que eu podia ver com meus próprios olhos ou tocar com minhas mãos. Então, para aprender a respeito, decidi procurar Jesus em carne e osso”, acrescenta.

Bendiksen começou a busca pela internet, onde se deparou com vários personagens interessantes. Um dos quesitos era que a pessoa tivesse um trabalho constante como “filho de Deus”, ou seja, com anos de prática e discípulos. Entre os selecionados, o norueguês expõe, entre outros, um ex-espião inglês que às vezes prega transvestido e um japonês que quer provar sua legitimidade pelas urnas.

Fotos da exposição "O Velho Testamento", de Jonas Bendiksen, em Arles. @ Patricia Moribe

"Eu sou o filho do pai"

No altar da antiga igreja no sul da França, o destaque vai para o brasileiro INRI Cristo. Bendiksen foi até Brasília, visitar o messias, acompanhado de uma equipe de TV norueguesa. O resultado também foi um documentário disponível no site de INRI Cristo.

O messias brasileiro é conhecido da mídia brasileira, tendo aparecido nos principais programas de auditório, além de ser tema de reportagens. Muitas vezes o tom é jocoso e provocador, mas INRI Cristo não foge de entrevistas e se dispõe a responder a qualquer tipo de perguntas. “Os preceitos de INRI Cristo, se você prestar atenção, fazem sentido. Ele é bem abrangente”, diz Bendiksen.

O fotógrafo norueguês fala ainda da abordagem em relação ao tema. “Sempre que eu estava com um dos Messias, minha atitude era de aceitar tudo o que ele dizia como verdadeiro. Ou seja, eu me propus a descrever o que via a partir de cada perspectiva. Não fui com a postura de um jornalista critico, não era o meu papel ali”, diz Bendiksen.

A RFI Brasil conversou ainda com o próprio INRI Cristo, que concedeu uma entrevista por telefone. Como de praxe, ele fez uma invocação a Deus antes e depois da entrevista, em francês. Ele contou que passou sete meses na França em 1981 e que foi inclusive preso ao pregar do alto do Arco do Triunfo. “Eu subi na tumba do soldado desconhecido, eu não sabia que era proibido”, relata. Depois de ficar várias horas de molho numa delegacia e uma ameaça de deportação, ele foi finalmente liberado.

Cover de Beyoncé

Para o messias brasileiro, os outros personagens da exposição na França “são figurantes importantes”. Ele reconhece que, se não fosse por eles, ele também não estaria no projeto. “Há dois mil anos [sic], me perguntaram sobre como reconhecer o falso profeta e o verdadeiro messias. E eu respondi: ‘pelas obras os reconhecereis’”.

INRI Cristo recomenda a leitura atenta de sua página na Internet, que traz os seus preceitos, clippings sobre suas aparições na mídia e também vídeos protagonizados por suas discípulas com covers de artistas famosos como Britney Spears e Beyoncé, mas com letras exaltando os ensinamentos do messias brasileiro.

 


Sobre o mesmo assunto

  • Arles/Alexander McQueen

    Arles: fotos mostram genialidade e tormentos do estilista Alexander McQueen

    Saiba mais

  • Arles/Fotografia

    Arles: pavilhão de bambu traz fotos que convidam à contemplação

    Saiba mais

  • Cultura

    Festival de fotos de Arles mostra encruzilhadas de Exu

    Saiba mais

  • Arles/1968

    Fotografia em Arles: 1968, o ano em que a América mergulhou no luto

    Saiba mais

  • Arles/Fotografia

    Arles: festival traz o melhor da fotografia ao sul da França

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.