Ouvir Baixar Podcast
  • 15h27 - 15h30 GMT
    Flash de notícias 18/06 15h27 GMT
  • 15h06 - 15h27 GMT
    Programa 18/06 15h06 GMT
  • 15h00 - 15h06 GMT
    Jornal 18/06 15h00 GMT
  • 09h57 - 10h00 GMT
    Flash de notícias 18/06 09h57 GMT
  • 09h36 - 09h57 GMT
    Programa 18/06 09h36 GMT
  • 09h30 - 09h36 GMT
    Jornal 18/06 09h30 GMT
  • 09h33 - 09h57 GMT
    Programa 17/06 09h33 GMT
  • 09h30 - 09h33 GMT
    Jornal 17/06 09h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

Brasil vence Áustria por 3 a 0 em último amistoso antes da Copa da Rússia

media Neymar comemora o segundo gol no amistoso contra a Áustria REUTERS/Leonhard Foeger

A seleção brasileira derrotou a Áustria neste domingo (10) em Viena, com placar final de 3 a 0. O Brasil entrou em campo com Neymar entre os titulares neste último amistoso antes de embarcar para a Copa da Rússia.

Gabriel Jesus abriu o placar logo primeiro tempo. O segundo gol foi marcado por Neymar logo no início do segundo tempo, seguido por Philippe Coutinho, que completou o placar aos 23 minutos.

Esse foi o primeiro jogo de Neymar como titular, depois voltar aos gramados com a Seleção no final de semana passada, após três meses de recuperação de cirurgia no pé direito. O craque foi perseguido pela marcação, mas jogou bem e acabou ficando quase o jogo inteiro em campo, sendo substituído aos 37 minutos do segundo tempo.

A Áustria, que nunca derrotou o Brasil nas cinco vezes em que enfrentou a seleção desde 1956, não está entre as 32 seleções que participam da Copa. Mas a equipe entrou em campo com entusiasmo, aproveitando a boa fase marcada por uma vitória por 2 a 1 contra a Alemanha.

Mesmo assim, os austríacos não mostraram muita resistência diante do Brasil, superior em campo durante todo o jogo.

Em homenagem à morte da tenista Maria Esther Bueno, todo o time brasileiro entrou em campo com uma faixa preta marcando o luto à campeã de 19 títulos de Grand Slam. A ex-tenista também recebeu homenagem no telão do estádio Ernst Happel, onde acontecia neste fim de semana a final do torneio de Roland Garros.

Formação ideal para esquemas defensivos

O técnico Tite conseguiu iniciar a partida com a formação que pensa ser ideal para encarar esquemas defensivos, com Philippe Coutinho vindo de trás e Willian, Gabriel Jesus e Neymar no comando de ataque. O quarteto não decepcionou.

O Brasil integra o Grupo E da Copa do Mundo da Rússia e estreia na competição no dia 17 de junho contra a Suíça, em Rostov. Em seguida, medirá forças com Costa Rica (22 de junho), em São Petersburgo, e Sérvia (27), em Moscou.

(Com informações da AFP)

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.