Ouvir Baixar Podcast
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 16/12 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 16/12 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 16/12 08h30 GMT
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 15/12 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 15/12 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 15/12 14h00 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 15/12 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 15/12 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.
Brasil

OCDE prevê que Brasil sairá da recessão e terá crescimento de 0,7% em 2017

media OCDE prevê um crescimento de 0,7% para o PIB brasileiro neste ano. Fonte OCDE

A OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) está otimista quanto à economia brasileira. Em relatório publicado nesta terça-feira (28), a instituição indica que o Brasil deverá sair da recessão ainda neste ano. 

A previsão da organização é que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil registre um crescimento de 0,7% em 2017. De acordo com o mesmo relatório, a economia do país deve expandir ainda mais nos anos seguintes: 1,9% em 2018 e 2,3% em 2019.

O otimismo serve para a economia mundial como um todo que, em 2018, deve ter o crescimento mais forte dos últimos oito anos. Segundo as projeções da OCDE, crescimento mundial será de 3,7% no ano que vem, contra 3,6% em 2017.

Europa e Ásia 

Em seu relatório, a OCDE também confirma uma situação dinâmica na Europa: a zona do euro fará melhor do que os Estados Unidos, com uma expansão de 2,4% em 2017, contra 2,2% da economia americana. O quadro só não é mais otimista porque a OCDE projeta uma situação estável ou até um pequeno recuo a partir de 2019. 

Já os gigantes asiáticos continuam de vento em popa: a Índia vai crescer 6,7% en 2017 et 7% en 2018, antes de pular para 7,4% em 2019. A China deve registrar uma expansão de 6,8 % em 2017, 6,6 % em 2018 et 6,4 % em 2019. 

Sobre o mesmo assunto
 
O tempo de conexão expirou.