Ouvir Baixar Podcast
  • 14h27 - 14h30 GMT
    Flash de notícias 16/12 14h27 GMT
  • 14h06 - 14h27 GMT
    Programa 16/12 14h06 GMT
  • 14h00 - 14h06 GMT
    Jornal 16/12 14h00 GMT
  • 08h57 - 09h00 GMT
    Flash de notícias 16/12 08h57 GMT
  • 08h33 - 08h57 GMT
    Programa 16/12 08h33 GMT
  • 08h30 - 08h33 GMT
    Jornal 16/12 08h30 GMT
  • 08h36 - 08h57 GMT
    Programa 15/12 08h36 GMT
  • 08h30 - 08h36 GMT
    Jornal 15/12 08h30 GMT
Para poder acessar todos os conteúdos multimídia, você deve instalar o plugin Flash no seu navegador. Para se conectar, você deve ativar os cookies nas configurações do navegador. O site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e +.

Festival de cinema em Bruxelas traz cinema feminino em português

Festival de cinema em Bruxelas traz cinema feminino em português
 
Aline Yasmin, produtora do Cine Luso Fest Mundo Divulgação

O universo feminino do cinema é o tema da primeira edição do Cine Fest Luso Mundo, que acontece em Bruxelas, de 23 a 29 de outubro. Além de projeções de todo o mundo lusófono, o evento também vai ter debates, exposições performances e uma residência artística.

“A ideia surgiu durante uma conversa entre amigas, todas de origem lusófona, e resolvemos reunir essa cultura tendo o cinema como suporte, por causa de sua visibilidade em termos de imagem, contexto e texto, para gerar uma reflexão em torno dessa diversidade que são os países ligados à língua portuguesa”, conta Aline Yasmin, produtora do Cine Luso Fest Mundo.

“Nesta primeira edição, a partir dos países e territórios, isso incluindo, por exemplo, a Galícia representando um terreno lusófono, nós buscamos identificar, a partir de parceiros e distribuidores desses países, conteúdos que pudessem representar não só tendo a mulher como tema de discussão, mas também o olhar de realizadores sobre esse universo feminino. Trouxemos obras do Brasil, Portugal, Moçambique, Angola, São Tomé e Príncipe, e seus olhares, a partir de suas realidades”, explica Aline.

Cinema em tom feminino

A idealizadora do evento também relata que a curadoria foi atemporal, ou seja, sem a preocupação de buscar lançamentos. Entre os debates, ela cita um encontro com realizadoras brasileiras que participam de um coletivo de diretoras de fotografia de cinema do brasil, que vão falar sobre suas atividades em um universo predominantemente masculino.

Uma das homenageadas do evento será Luz del Fuego, dançarina, artista, escritora e feminista que completaria cem anos se estivesse viva e é tema de um documentário que vai ser apresentado em Bruxelas. Aline ressalta a importância de sua figura, também pioneira do nudismo no Brasil, numa época de tanta repressão no cenário artístico nacional.

O encerramento vai ter a exibição de um filme concebido durante o festival pela residência criativa envolvendo todas as participantes do evento.


Sobre o mesmo assunto

  • RFI CONVIDA

    “Nosso festival é um projeto de paz e harmonia”, diz Andréa Darocha, organizadora do Festival de Cinema Latino de Epernay.

    Saiba mais

  • RFI CONVIDA

    Festival de cinema celebra na Itália a diversidade do Brasil

    Saiba mais

  • Cinema

    Documentário francês sobre crise política no Brasil é exibido em festival de Biarritz

    Saiba mais

  • Cinema

    Tom político marca festival de cinema latino-americano de Biarritz

    Saiba mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
Programas
 
O tempo de conexão expirou.